Nesta sexta-feira a FIFA divulgou oficialmente que aceitou os recursos solicitados pelos clubes espanhóis, Real Madrid e Atlético de Madrid. Há cerca de 15 dias atrás, a entidade determinou punição a ambos os clubes, devido a irregularidades observadas na manutenção de atletas menores de 18 anos, em suas divisões de base.

O inquérito e a apuração das canteras de ambos os clubes segue em curso, mas os times poderão contratar jogadores para a equipe principal, no próximo verão europeu (inverno no Brasil). A punição determinou multa a ser paga e proibição aos dois clubes, no que diz respeito a inscrever novos atletas no time principal, entre o próximo mês de fevereiro até fevereiro de 2017.

O Real Madrid é questionado a respeito de oito vínculos de jogadores menores de idade, dos quais dois são filhos do atual treinador Zinedine Zidane. Já o Atlético de Madrid terá que responder por cerca de 130 jovens atletas de suas canteras, dentre os quais se incluem muitos chineses em regime de intercâmbio.

Segundo o periódico espanhol El País, a FIFA deve divulgar o veredito final até o próximo mês de junho. Os dois times de Madrid podem ser privados de contratar jogadores durante o ano de 2017, caso a situação das suas categorias de base permaneça não resolvida. Ambas as agremiações estudam levar o caso às ultimas instâncias. Seus respectivos dirigentes afirmaram excesso de rigor por parte da FIFA, e ressaltaram que tem documentos para provarem a legalidade de suas situações.

Segundo o El País, o Real Madrid não pretende realizar contratações durante a presente janela de transferências de inverno, a qual se encerra na próxima segunda-feira. O Atlético por sua vez, acertou as vindas de Kranevitter e Augusto Fernández, além de certificar a permanência de jogadores importantes como Griezmann.

Imagem de um derby entre Real Madrid e Atlético: C. Torre – AFP