Nesta quinta-feira 14/01, a FIFA confirmou punições imputadas aos clubes espanhóis Real Madrid e Atlético de Madrid. A possibilidade de ambas as agremiações serem punidas, já era prevista desde o último mês de abril de 2015. Os clubes ficam impedidos de adquirir atletas por 12 meses e ainda deverão pagar multa.

A situação dos clubes da capital espanhola é similar à do Barcelona, durante o ano de 2015. A punição se dá em virtude de irregularidades na manutenção de atletas estrangeiros menores de idade, nas categorias de base tanto de Real Madrid, quanto do Atlético de Madrid.

A determinação da comissão disciplinar da FIFA estabeleceu que Real e Atlético, não podem colocar novos jogadores em campo pelo time principal, até fevereiro de 2017. Na prática os dois clubes não poderão atuar na janela de transferências do verão de 2016 e inverno de 2017 como contratantes. Se o fizerem, só podem colocar o atleta contratado em jogos oficiais a partir de fevereiro do ano que vem.

A punição ainda prevê multa de 822.500 mil Euros para o Atlético e 329.000 Euros para o Real Madrid. Segundo o periódico espanhol El País, valor para os colchoneros é maior pois 100 jogadores poderiam ter sido levados para as canteras rojiblancas ostentando irregularidades. No que diz respeito ao Real Madrid, são 8 atletas de 39 investigados, segundo informou o dirigente blanco José Ángel Sanchéz.

As agremiações tem 10 dias para recorrer da decisão e segundo o El País, os times estão dispostos a levar a situação à instâncias do Tribunal de Arbitragem Desportiva. O Atlético lançará expediente de um pedido de medidas cautelares junto ao recurso.

A comissão disciplinar da FIFA ainda justificou o atraso da oficialização da punição, que de fato, deveria ter sido notificada aos clubes ainda nos meses de abril e maio do ano passado. O atraso se configurou devido aos problemas envolvendo os dirigentes da entidade e sobretudo, devido à saída do secretário geral Jeröme Valcke.

Plantel atual.

No que diz respeito ao Atlético, o clube que lidera a atual edição de La Liga, acertou as aquisições de Kranevitter e Augusto, tão logo a janela de transferências de inverno se abriu. Segundo o El País, os dirigentes do clube acreditam que seu elenco pode resistir ao período sem grandes aquisições, mas podem contratar mais atletas até o fim da atual janela, que se encerra em 31/01.

O El País ainda afirmou que as renovações contratuais do meia português Tiago e do atacante Fernando Torres devem ser apressadas, podendo também serem descartadas, dependendo das circunstâncias. Já diário As ressaltou que o Atlético teria oferecido um reajuste salarial para o atacante francês Antoine Griezmann.

O contrato renovado de Griezmann tem a multa rescisória re-estabelecida em torno de 100 milhões de Euros, além de uma cláusula que o impede de se transferir para o Real Madrid. O clube ainda conta com 11 atletas emprestados a times diferentes, que podem retornar normalmente mesmo com a punição vigorando.

A situação afeta a totalidade das categorias de base colchoneras, onde constam 183 jovens atletas, conforme contabiliza o El País. Alguns deles pagam para poder atuar pelos times juvenis e outros estariam atuando valendo-se de uma licença provisória, expedida pela Federación Madrileña. Dentre os jogadores que causaram a punição, estão muitos atletas oriundos da China, que chegaram ao Atlético em regime de intercâmbio estabelecido pelo acordo com o grupo Wanda, investidor do clube.

Já o Real Madrid adotou uma estratégia diferente, tendo priorizado aquisições de jogadores das próprias divisões de base. O clube se dedicou a buscar jovens atletas entre 15 e 18 anos. Adquiriu Martin Ødegaard (16 anos, cerca de 2 milhões de Euros), Marco Asensio (19 anos, 4 milhões de Euros), Jesús Vallejo (4,5 milhões de Euros), o volante uruguaio Federico Valverde (17 anos, 5 milhões de Euros) e o holandês Mink Peeters.

O El País afirma que o plano dos merengues é valorizar os jovens atletas. Em contraparte, os valores empreendidos ocasionaram a lentidão na negociação frustrada pelo goleiro De Gea, na janela de transferências de verão. A única aquisição blanca para o time principal foi o meia Kovacić.

Tanto Atlético quanto Real Madrid, estavam cientes da possibilidade de punição, desde o citado mês de abril de 2015.

Imagem de Griezmann e Varane: AFP