Embora esteja vivendo uma boa temporada dentro de campo, o espanhol Atlético de Madrid, tenta lidar com as consequências administrativas e jurídicas, da punição imposta pela FIFA no início deste mês. A mesma impede o clube colchonero de inscrever novos jogadores no time principal, até fevereiro de 2017.

A questão da vez diz respeito ao ídolo e atacante Fernando Torres. Seus direitos federativos pertencem ao italiano Milan, mas o jogador foi cedido por empréstimo ao Atlético em janeiro de 2015. O contrato firmado entre Torres e o Milan no verão europeu de 2014, era de dois anos de duração. Este vínculo expira em no próximo dia 30 de junho.

Embora punido pela FIFA, o Atlético ainda pode contratar jogadores na vigente janela de transferências que se encerra no próximo dia 01/02. Torres no entanto, precisa ser adquirido até o primeiro dia de fevereiro. Caso contrário, “el niño” só prosseguirá com os colchoneros caso a medida cautelar junto ao recurso que visa refutar a punição, sejam aceitos pela FIFA. Se isso acontecer o Atlético estará liberado para a inscrever jogadores já no próximo verão europeu (junho/julho).

A princípio, Fernando Torres foi emprestado sem custos ao Milan pelo inglês Chelsea, na metade de 2014. O clube italiano pagaria apenas os vencimentos de “el niño” (algo em torno de 5 milhões de Euros anuais), sendo que o atacante espanhol aceitou redução salarial, para atuar pelo clube rossonero. Com um baixo rendimento em Milanello, na primeira metade da temporada 2014/2015, o Atlético solicitou seu empréstimo e foi prontamente atendido pelo Milan.

O clube italiano recebeu Alessio Cerci emprestado, em troca. Porém o Chelsea entregou ao Milan os direitos federativos de Fernando Torres, em definitivo.

Ídolo em crepúsculo.

Torres protagonizou um bom retorno ao Vicente Calderón, mas no momento concorre em desvantagem devido a idade avançada (31 anos), com atacantes rojiblancos em ótima fase como Antoine Griezmann e Luciano Vietto, além de Jackson Martínez. Até o momento, Torres anotou apenas dois gols em 16 partidas da atual temporada. O atacante já afirmou publicamente que quer seguir no clube que o revelou.

Em contraparte, o periódico espanhol El País ressalta o desconforto do treinador Diego Simeone em tratar a situação, uma vez que “el niño” segue muito querido pela torcida colchonera. Oficialmente, Torres só prossegue se a medida cautelar e recurso antitéticos à punição, forem aceitas. Além da relação com a torcida, o El País frisa os interesses dos parceiros comercias asiáticos, na permanência de Torres no Atlético.

Paralelamente a isto, o apresentador Roberto Nonato ressaltou no último programa “Lado B da Bola” (rádio CBN, às segundas-feiras), um suposto interesse do Barcelona em Fernando Torres. Na Inglaterra o The Guardian reverberou palavras do empresário de Torres, José Martín afirmando que tudo depende do entendimento entre “el niño” e Simeone.

Caso isso não aconteça, o agente afirmou haver uma proposta que faria de Torres o jogador “mais bem pago do mundo”, proposta muito provavelmente oriunda do futebol chinês. Dificilmente o Barcelona oferecerá um grande valor por um atacante de 31 anos.

Em campo.

O Atlético é vice-líder de La Liga (48 pontos), atrás do líder Barcelona (48 pontos) devido ao critério de desempate. Na rodada do último fim de semana, os colchoneros empataram sem gols com o Sevilla. A equipe volta a campo nesta quarta-feira recebendo o Celta de Vigo, no Calderón (Madrid/Espanha).

Esta partida valerá pelo jogo de volta das quartas de final da Copa Del Rey. O jogo de ida terminou empatado em 0x0. Atlético e Celta se enfrentam às 17:30 hr (horário de Brasília). O You Tube está transmitindo a Copa Del Rey para diversos países, inclusive Brasil.

Imagem de Torres: Francisco Seco – AP