Tag: Seleção (Page 1 of 8)

Eliminatórias sul-americanas: a vitória de Tite

Na última quinta-feira, a seleção brasileira bateu a Argentina de forma categórica por 3×0, em partida válida pela décima primeira rodada das Eliminatórias sul-americanas para o Mundial 2018. O êxito obtido no Mineirão (Belo Horizonte/MG), levou a torcida brasileira à euforia.

Ler mais

Seleção brasileira: o inexplicável retorno de Kaká.

A grande surpresa na convocação de Dunga, para os amistosos da seleção a serem realizados nos EUA nos próximos dias, foi o retorno do meia Kaká, atualmente jogando pelo Orlando City, da MLS yankee. Imaginava-se que o ciclo do meia de 33 anos, junto à seleção brasileira já tivesse expirado.

Ler mais

Depois da terra arrasada

Tragédias são progenitoras de revoluções. Raramente há um momento melhor para se fazer transformações profundas do que depois de um incidente cujas proporções mudam o horizonte visível. No que diz respeito à Seleção, dificilmente seria possível desenhar um evento mais apocalíptico do que o ‘Mineirazo’ da Copa. A liberdade pós-apocalíptica é a única licença poética que faz com que a convocação de Dunga não seja bizarra, para dizer o mínimo.

Ler mais

Família Scolari II: erros e acertos

O senso comum e a sabedoria popular, às vezes podem ter razão. Milton Neves, após a convocação da seleção feita por Felipão, nesta quarta, disse que nunca um técnico teve tanta tranquilidade para realizar o procedimento.

Ler mais

A volta de Felipão

Brasil

Dez anos depois, Felipão volta à Seleção Brasileira. Foi um avanço em relação a Mano Menezes – até porque muitos outros nomes seriam – mas certamente não é garantia de tranquilidade. Felipão não consegue realizar um bom trabalho desde que saiu de Portugal e, tanto Chelsea quanto Palmeiras tiveram na sua insistência no mesmo grupo de colaboradores o seu maior inimigo. Scolari sabe que lealdade é decisiva num mundo onde os ratos campeiam (tanto no gramado como atrás dos microfones), mas seu grupo de assistentes, que há uma década foi eficiente, hoje não é o que existe de melhor. Além de ter de rever velhas escolhas baseadas na amizade, Scolari, que  é indiscutivelmente experiente e disciplinador o suficiente para o cargo,  agora precisará conseguir mais que resultados imediatos – precisará conquistar o apoio popular. A Copa será aqui e uma Seleção sem o apoio do torcedor não poderá embarcar num confortável vôo para a Ásia para escapar da pressão. O gaúcho já enfrentou muita pressão, mas nem em seus sonhos mais delirantes pode ter imaginado a pressão que enfrentará agora – a da obrigatoriedade de tirar do Brasil um trauma de 64 anos e que a maioria das pessoas nem sabe que tem. Scolari, boa sorte. Todos nós vamos precisar muito. Ainda que a CBF seja ocupada pelo mesmo tipo de insetos de sempre, ao menos Andrés Sanches agora terá de viver de favores de seus colegas do governo (ao que tudo indica, nós paulistanos teremos um secretário de esportes que não só não sabe chutar uma bola como não consegue falar português direito). Mas, afinal, se sustentamos tantos Sarneys, o que é um Andrés a mais?

 

A Seleção que pode marcar as carreiras de Neymar e Ganso

Eu sei, eu sei. Faz tempo que não escrevo. Infelizmente, meu trabalho tem me deixado pouco tempo para versar sobre futebol e, na verdade, o futebol também tem feito pouco para merecer que eu perdesse meu tempo. Há, contudo, eventos que superam a normalidade pelo bizarro, como o jogo da Seleção Brasileira. Para todo mundo, o resultado e o jogo foram só bizarros e frustrantes. Menos para Ganso e Neymar. Os dois jogadores mais talentosos de sua geração estão sendo identificados como os símbolos da “Era Mano”, especialmente pelo alinhamento também extracampo com a gestão criminosa da CBF. Esportivamente, eles não tem culpa, mas a falta de atitude de ambos pode criar traumas em suas carreiras.

Ler mais

Um domingo de futebol Brasileiro

Duas partidas da Seleção Principal no mesmo dia e nenhuma surpresa . Na vitória e na derrota (sim, porque empatar com a Venezuela não é bem um empate), o Brasil não decepciona (ou melhor, não decepciona, mesmo quando decepciona, porque o que se espera dele sempre vem). E mesmo com todos os atenuantes, dá paa ver que a mediocridade da Era Dunga, na verdade, não era dele – é da gestão teixeiriana. E essa mediocridade, que teve um breve hiato durante a presença de Scolari no cargo, continua forte. E abaixo, seguem algumas notas sobre o cinzento domingo de futebol.

Ler mais

Uma banana

A vida das pessoas de uma maneira geral, é um grande viveiro de frustrações. A grande maioria delas irrita-se, cria casos, entra em polêmicas vazias, para conseguir chamar a atenção. Doutra feita, teria de se limitar à sua triste existência, sem atenção nenhuma (que, normalmente, não tinha nem dos próprios pais), sabendo estar caminhando rumo à morte numa imensa estrada vazia. Esse tipo de gente está em todo lugar. Alguns são empregadores que maltratam funcionários, outros são policiais que abusam de violência e, entre outros, há também os anônimos que jogam bananas em campos de amistosos entre seleções. Desses últimos, eu sei que você ouviu muito falar no Brasil, esse país tolerante, depois de domingo. Mas certamente você não ouve as mesmas críticas aos idiotas que vão ao estádio perseguir jogadores supostamente homossexuais.

Ler mais

Page 1 of 8

Desenvolvido em WordPress & Tema por Anders Norén

Top