Tag: Ganso

As culpas evidentes e advogados insuspeitos

Acabo de ler, com surpresa, a defesa de Adalberto Batista por Juca Kfouri, via blog do Victor Birner. Surpresa porque se é evidente que Batista não é o centro do descompasso tricolor, a defesa dele, sob qualquer medida, não cai bem. Ainda que respeite o trabalho tanto do veterano Juca quanto do colega Birner, me sinto numa posição diametralmente oposta em relação ao ex-diretor de futebol do São Paulo. Juvenal morrerá sozinho no naufrágio tricolor porque os culpados menores deixarão o barco antes, exatamente como fez Batista.

Ler mais

Santos e Neymar – prova de maturidade

Na quarta-feira, no Pacaembu, o menino dourado do Santos, Neymar, deu a sua primeira prova de maturidade. Sim, foi a primeira. Em nenhuma outra partida realmente decisiva e relevante do Santos, Neymar havia sido o que se espera de um jogador com suas ambições.  Mesmo reconfortado de jogar ao lado de Ganso, Neymar jogou como o jogador que se espera dele. Isso não é pouco.

Ler mais

seleção com “s” minúsculo e o Ronaldo de Vichy

Esperei para escrever este post depois dos dois jogos da Seleção para poder fazer um apanhado mais completo, incluindo sobre a capacidade brasileira e da CBF de organizar partidas de seleções.

Ler mais

Mercado do Milan depende das renovações de contrato

O mercado milanista será definido pelas renovações: Nesta, Ambrosini, Gattuso, Seedorf e Pirlo. Juntos, eles representam um desembolso anual de €21 milhões. Para ficar, só baixando seus valores (corte de 50% em média).

Ler mais

O que há mesmo entre Ganso e Milan

Li hoje na Folha a coluna de Enzo Palladini sobre a Itália e Ganso. Ele diz que o Sonda tem acordo com o Milan e que falta o acordo com o Santos. São informações precisas, mas, digamos, almofadadas. A realidade é bem mais rude.

Ler mais

Refém

O Santos não é mais só refém de Neymar. Não só: todo mundo – até ele é refém. Clube, jogador, agente, todos tornaram-se reféns a multa impagável que seu contrato passou a estipular. O jogador, que até agora só decidiu jogos e títulos somente no Campeonato Paulista, não pode ser contrariado, derruba técnicos e não é contestado por quem quer que seja. Ao mesmo tempo, aos 18 anos, entra em campo sabendo que tem de marcar ao menos dois gols por jogo para não ter uma atuação considerada “apagada”. Por sua vez, a diretoria, não pode desagradá-lo ou terá em casa um jogador que não pode ficar nem ser vendido.

Ler mais

O Neymargate

Para não deixar um off-topic quase obrigatório aparecer, abordarei aqui a questão de Neymar. O Santos errou. Errou mais de uma vez e continua errando E dá sinais de que continuará a errar. O atacante de talento gigante é um moleque mimado e se comporta como tal, com a conivência de seu pai e de seu empresário. Seu futuro pode ser brilhante, mas certamente o episódio aumenta as chances de ele não dar em nada – um destino de tantos outros meninos talentosos.

Ler mais

Prova de força – mesmo

O placar elástico de 9 a 1 sobre o Ituano não nme deixou incólume, como podem pensar algumas das viúvas de Robinho. Mesmo o Ituano sendo um time risível, que teria dificuldades parea se manter na terceira divisão do Paulista, o Santos deu sua primeira prova de força real dessa geração moldada por Dorival Jr. e rotulada por Neymar.

Ler mais

Desenvolvido em WordPress & Tema por Anders Norén

Top