Tag: real madrid (Page 24 of 24)

Liga dos Campeões – GRUPO C (MIlan, Real Madrid, Marseille e Zurique)

Um grupo de embates épicos. Três times que já venceram finais de LC (não disse campeões!). Sem dúvida, o retorno de Kaká a San Siro nas vestes de adversários será um espetáculo histórico, bem menos a ida de Huntelaar a Madri. Teste de fogo para Leonardo mostrar se tem garrafas para vender. Imagino um Olympique bastante incômodo, especialmente como visitante e será o fiel da balança. O Zurique pode festejar receber três titãs europeus em casa.

Caminhos perigosos

Quando Michel Platini, presidente da Uefa, pede por transparência e equilíbrio no mercado de transferências e na propriedade dos clubes, ele não está falando de ideais: está falando de mercado. O espiral econômico que clubes como o Manchester City e o Real Madrid estão impondo ao mercado não tem base na economia real e mais cedo ou mais tarde, a casa vaio cair.

Ler mais

Qual é o Real de Kaká?

Passadas as favas contadas, contados os contos de carochinha (de que Kaká “não queria” ir para o Real) e de olho numa temporada estranha, o Real Madrid prepara seu time para Kaká brilhar. Mas que time será esse? Teremos uma reedição do brilho mediático inconsistente dos “Galácticos” ou uma tentativa real de equiparar o clube de Madri ao Barcelona?

Florentino Pérez já deixou claro quais são seus próximos alvos: Cristiano Ronaldo (Man Utd), Villa e Silva (Valencia). Escolhas de quem realmente conhece. Os três são excelentes e tendo Kaká como pivô, podem sim fazer um time lendário no futebol europeu. A chegada desses três nomes pode alterar a escalação, mas dificilmente altera o esquema.

Sid Lowe, correspondente do jornal The Guardian na Espanha, fez uma observação em sua coluna: Manuel Pellegrini quase nunca jogou fora do 4-4-2, e assim, é possível imaginar Kaká adiantado, como atacante e duas linhas de quatro, onde Gago e Diarra teriam de carregar o piano, com Silva e Cristiano Ronaldo (ou Robben e Sneijder, se a feira do Real parar em Kaká) abrindo pelas pontas e Villa (ou Huntelaar) prendendo os zagueiros.

Lowe tem razão quanto ao histórico do chileno Pellegrini, mas é difícil (não impossível) imaginar Kaká como um atacante puro. Um espaço “a la Zidane” é o mais provável, o que nos desenharia um 4-2-3-1 (ou, com menos detalhismo, um 4-4-1-1).

Ofensivamente o esquema tende a funcionar bem, até porque os homens de frente não se furtam a correr atrás da bola. Ainda assim, restam dúvidas sobre a capacidade de Diarra e Gago conseguirem fechar o setor sozinhos. Dependerá muito da defesa. Com Pepe e Metzelder, pode tirar o cavalinho da chuva. Os dois são bons, mas não tão bons para suportarem a defesa na raça. Um segundo meio-campista mais forte fisicamente (como Yaya Touré, do Barcelona, por exemplo, para não falar no óbvio Gerrard) seria uma opção mais crível a Gago, bem como um defensor central mais completo do que Metzelder. Mas lembremos: o Real Madrid não compra defensores.


PS: o porque da temporada “estranha”? Numa época em que o mundo passa o pires, os endividamentos só crescem e ocorrem transações de milhões de dólares, leva à certeza. Vai dar bisna…

Estava no ar

Esqueça todo o conversê que você possa ter ouvido sobre “mágoas de Kaká”, “frieza do Milan” ou “o clube precisa de dinheiro”. Kaká vai ao Real Madrid porque quer e também porque o Milan não é burro. Nenhum dos dois é inocente e como sempre, quem define o que rola é a grana.

Ler mais

Ibra

Ibrahimovic é um craque. Sem discussão. Mas se fosse menos arrogante, já seria o melhor do mundo.

O técnico Martin O’Neill, do Aston Villa, diz que ele é o jogador mais “overrated” de todos os tempos. Não chega a tanto, mas é fato que seu talento, apesar de imenso, não é o que ele imagina (Ibra deve se ver como uma mistura melhorada de Pelé com Cruyff). Mas ele não sai da Inter só se tiver um aumento. Seu sonho é a Bola de Ouro da France Football e na Inter isso não será fácil. Isso porque a Bola de Ouro passa pela Liga dos Campeões (pela sua conquista, bem entendido) e a Inter ainda não tem um time para ganhá-la.

Para piorar, seu empresário, Mino Raiola, é um chantagista no que diz respeito a ameaçar tirar jogadores de clubes. Ouvi de um colega italiano que os dois empresários mais detestados de Milão são Gilmar Rinaldi e Mino Raiola, porque nem esperam a tinta dos contratos de seus assistidos secar no papel e já estão soltando boatos sobre transferências para outros clubes.

Mourinho acha Ibra excepcional, mas está ficando farto das ameaças do sueco, que – este sim – está na lista do Real Madrid.

Onde fica Emerson no Milan?

A contratação do volante Emerson para o Milan já ouriçou os críticos de Carlo Ancelotti sobre uma vocação defensivista que o treinador de Reggiolo teria. Se um time tem Ambrosini, Gattuso, Brocchi e Pirlo, existe um modo de jogar também com Emerson, sem sugerir a heresia de mandar Deus-Kaká para o banco?

Ler mais

A revolução das pizzas

Não dá para falar que a sentença dada ao ‘Calciocaos’ da Itália acabou em pizza na cara larga. Afinal, a Juventus, clube que teve o maior comprometimento no escândalo de Luciano Moggi, caiu para a Série B e terá uma dedução de 17 pontos no próximo torneio. Só que a revisão das sentenças deixou, indiscutivelmente, um sabor de pizza no final da refeição.

Ler mais

Page 24 of 24

Desenvolvido em WordPress & Tema por Anders Norén

Top