Tag: DNA

Santos e Neymar – prova de maturidade

Na quarta-feira, no Pacaembu, o menino dourado do Santos, Neymar, deu a sua primeira prova de maturidade. Sim, foi a primeira. Em nenhuma outra partida realmente decisiva e relevante do Santos, Neymar havia sido o que se espera de um jogador com suas ambições.  Mesmo reconfortado de jogar ao lado de Ganso, Neymar jogou como o jogador que se espera dele. Isso não é pouco.

Ler mais

Barcelona x Real, confronto de culturas

É engraçado como a rivalidade entre Barcelona e Real Madrid consiga fazer um campeonato sem graça, como é o espanhol, rivalizar em termos de interesse com ligas como a inglesa ou a alemã. O confronto de Mourinho com o mundo ganhou muito mais manchetes do que o sensacional resultado do Arsenal que reabriu um campeonato no qual ainda há uma disputa verdadeira pelo título. O caráter lúdico do bem contra o mal, José Mourinho contra Guardiola, Messi contra Ronaldo, Franquistas contra Catalães é muito mais apetitoso do que o esporte sozinho. E ainda há quem não consiga ver a cultura no futebol.

Ler mais

Observações sobre um jogaço

Foi uma partida como deveriam ser todas as de uma Liga dos Campeões – literalmente um confronto entre dois campeões. Não foi uma partida inteligente do ponto de vista tático, mas isso se pagou em termos de tensão e adrenalina. A Inter que passa às quartas de final passa com os méritos de uma garra mourinhiana e com a assinatura dos três jogadores do time com capacidade de mudar o rumo de um jogo do time – Eto’o, Sneijder e Pandev.

Ler mais

Santos certo ou Santos errado?

A diretoria chegou tirando um oligarca do poder, com suas heranças luxemburguísticas, paternalistas e mal-explicadas. Todo mundo saudou a ascensão da “nova” diretoria santista, especialmente com uma safra da divisão de base que parecia empolgante. Hoje, um ano depois, a sensação explícita entre torcedores e jornalistas, é positiva, mas alguma coisa não desce, não se encaixa. Tirando uma inquestionável e brilhante conquista – a da reforma do estatuto que deve democratizar o poder na Vila – a gestão santista me parece uma série infinda de erros. Alguns feitos e alguns por vir.

Ler mais

Segunda-feira, Tolerância Zero: Saída de Adilson do Santos

Toda segunda-feira já nasce com o DNA da Tolerância Zero em seu âmago. Acabou o fim de semana, você acorda cedo, não pode jogar seu joguinho predileto nem ver um filminho com a esposa. E além disso, ainda tem de abrir o jornal e se deparar com o descalabro, burrice e falta de escrúpulos do mundo. Então, borracha na segunda-feira porque ela merece.

Ler mais

Da imoralidade e da responsabilidade

A confederação de um país tem laços estreitos com uma emissora de TV, para quem vendeu os direitos dos jogos da Seleção. Essa emissora coloca, juntamente com uma empresa de marketing esportivo, jogadores em um dos clubes desse país, a fim e aumentar a audiência dos jogos que ela própria detém (em detrimento dos outros clube, que são obviamente prejudicados). A confederação, por sua vez, manipula a organização de uma copa para fortalecer o poder de seu chefe, pagando o processo com dinheiro público, que rende dividendos para um segundo clube, que ganha um estádio. Algum patife pode alegar que isso não é ilegal. Talvez a asserção esteja correta. Mas se não é ilegal, a lei está errada, e a lei desse país é imoral – assim como o comportamento dos envolvidos.

Ler mais

Desenvolvido em WordPress & Tema por Anders Norén

Top