A César o que é de César

Confesso que estava preocupado com a atuação do árbitro Sandro Meira Ricci na partida entre Botafogo e São Paulo. Um juiz sem maior expressão num jogo potencialmente crucial para o campeonato era uma boa deixa para alguma maracutaia. E num jogo extremamente emocionante (o que não quer dizer que tenha sido tecnicamente fantástico), Ricci foi muito bem: expulsou quando tinha que expulsare não deixou de marcar o que tinha de marcar.

Há a questão dos gandulas do Botafogo, que deixou claro que ainda pensa como clube pequeno, daqueles de interior do Estado, prendiam a bola quando interessava para o alvinegro, mas a responsabilidade da punição é da federação. Mas aí, é a mesma federação que escalou o jogo para as 17h sob um calor escaldante, enquanto Fla e Goiás jogaram ao cair de uma agradável noite. Ou seja, não dá para esperar uma sensatez de gente racional.

Anteriores

Fator Flamengo

Próximo

Nilmar e Robinho o escambau. E o Pato?

5 Comments

  1. Cassiano Gobbet

    Muito bem. Tava fodido sim: foi um baita jogo difícil. Palmas.

  2. Raphael

    pra quem tava fodido, ele foi muito bem.

  3. Alexandre

    Sim, por isso disse que foi duvidoso. Além disso foi um lance mais para o bandeira.

  4. Cassiano Gobbet

    Até concordo, mas ter validado o gol foi uma decisão normalíssima.

  5. Alexandre

    Acho que o segundo gol do Botafogo foi em impedimento, mas é um lance duvidoso. Além disso o início ridículo do SP em campo (tudo bem que tinha calor, mas o calor é para todos) “premiado” com um gol sofrido faz com que não se possa falar da arbitragem, que realmente no geral foi bem. Além disso ele tentou até ajudar o SP expulsando o Richarlyson,rs.

Os comentários estão desativados.

Desenvolvido em WordPress & Tema por Anders Norén

Top