Gasp, fracasso com hora marcada

Não há muito a se dizer sobre a demissão de Giampiero Gasperini que já não tivesse sido dito exaustivamente. Sua contratação não foi um erro – trata-se de um treinador competente e com um estilo ofensivo – mas todo o resto foi. Gasp foi anunciado no meio do mercado, em função da indecisão de Moratti e Leonardo, manteve um elenco com muitos jogadores velhos (9 de 19 jogadores têm mais de 30 anos) e claramente incompatível com o 3-4-3 extremamente físico que o técnico desejava. As quatro derrotas seguidas foram um exagero, claro, mas também demonstraram um claro veto dos senadores interistas ao módulo e ao profissional Gasperini.

A temporada da Inter está perdida em termos de conquistas. Quanto mais tempo o presidente Moratti levar para se dar conta disso, pior será. Na verdade, é uma situação similar à do ano passado com a saída de Benitez. Contratar um treinador no meio da temporada não é uma solução que possa ser de longo prazo, a menos que se abra mão daquela temporada – exatamente o que a Inter não fez com Leonardo, de quem exigia resultados imediatos. Apostar em Leonardo foi um erro crasso e visível desde o momento zero, e agora, tentar trazer um treinador pensando em se manter como a Inter favorita da Era Mourinho, o será de novo.

Exatamente por isso é que a possibilidade de um técnico-tampão é a mais indicada. Se não quiser se sentar à mesa da ceia juventina de títulos por vários anos, a temporada 2011-12 interista se encerra aqui e se inicia a seguinte. Com um técnico transicional, uma reformulação do elenco, pendente desde a saída de Mourinho pode ser feita com calma e, mais importante, pode se começar a negociar com um nome de peso desde já (eventualmente até um retorno sebastianista do português, uma vez que o Real Madrid precisa vencer LC e Espanhol neste ano para que a sua situação seja sustentável). Nessa ótica, Delio Rossi ou um interista histórico (Zenga, Bergomi) seriam aceitáveis. Claudio Ranieri é uma alternativa que deve fazer da Inter um time, com defesa, meio-campo e ataque, algo que não tem desde a noite de Madrid. Contudo, exatamente essa recuperação pode vir  ser um problema no médio prazo porque ele não tem o pedigree de títulos que a Inter entende ser seu status natural. Exemplo: como demitir Ranieri se ele classificar o time para a Liga dos Campeões?

Ir atrás de um técnico mediano-com-pinta-de-grande colocará a Inter numa rotina que conheceu muito bem na última década, com Tardellis, Hogdsons e afins, especialmente se, com meia dúzia de resultados, o cube se convencer de que ainda é muito mais forte do que a concorrência. Não é. A Série A está muito mais enfraquecida, mas mesmo assim, já se encerraram os anos pós-Calciopoli onde os concorrentes estavam com uma bola de ferro nos pés.

 

 

Anteriores

Amy, transgressão, festa da maconha e a lógica de um raciocínio caótico

Próximo

Explicando o armador recuado

11 Comments

  1. Cassiano Gobbet

    Rafael, lembre-se que Os três brasileiros foram muito acima da média com o Mourinho. Sem ele, variaram entre médio e bom. Veremos o que podem fazer nesta temporada. abs

  2. Cassiano Gobbet

    Não tenho a menor dúvida que a Juventus será outro time na Serie A. Também tenho certeza que o Napoli não chega lá. Milan e Inter terão de gerenciar as proprias crises, embora tenham instrumentos para disputar o título. O Napoli, sinceramente, ainda acho frágil mentalmente. abs

  3. Cassiano Gobbet

    O amigo acha que a Juventus fica de fora de mais uma LC? Permita-me discordar. abs

  4. Cassiano Gobbet

    Alexandre, o Ranocchia paga o preço e de jamais ter jogado num “time” na Inter. No Bari, era extremamente seguro. se fosse zagueiro do Mourinho, era craque do Winning Eleven, abs

  5. Alexandre Rodrigues Alves

    Não gosto de Ranieiri como treinador, acho mediano com mais experiencia apenas que Gasp; a vantagem, como já foi dito, é que ele deve fazer o feijão com arroz, mas que, no máximo deve levar o time até a Liga dos Campeões do ano que vem, talvez aí já com outro técnico.

  6. Não era surpresa que o Gasperini seria demitido, mas o incrível é que foi muito rápido. Pra mim ele seria demitido próximo do recesso de final de ano, achava que seria dado esse tempo para ele, mas os resultados foram bem ruins e contra equipes ruins (ex. Trabzonspor e Novara) e com a equipe com uma postura péssima em campo.

    O grande problema é que ele não era a escolha primária da Inter, e foi trazido porque o clube se viu sem opções no mercado, e acabou assinando com ele. Some-se a isso um elenco envelhecido, com alguns jogadores em péssima fase (ex. Júlio César) e um treinador fiel ao seu esquema mesmo não tendo peças para tal, e temos um fiasco se desenhando. Só que o fiasco foi bem rápido e contundente.

    Assinando com o Ranieri, o objetivo vai ser encontrar alguém que consiga arrumar a casa de maneira simples. Só acho que ao final da temporada, a Inter vai demiti-lo e correr atrás de outro treinador, muito talvez por esse “pedigree”.

  7. Anônimo

    Não gosto do Claudio Ranieri, mas ele tem um estilo de jogo que acomoda bem a Inter. Caso ele favoreça um 4-4-2 com um losango no meio campo e não tente inventar a roda, acho até que pode ser um tiro certeiro de Moratti.

    Elenco a Inter tem. Júlio César, Maicon, Lúcio, Samuel e Chivu formam uma das melhores linhas de defesa do mundo. É um time que nos trilhos estará pronto para brigar pela liga dos campeões com os cachorros grandes da Inglaterra e Espanha.

  8. Anônimo

    Ranieri é mais pé-frio do que Parreira. Naaaaaaaaada dá certo na carreira de Ranieri.

  9. Michel Carlos Magno Costa

    Independente da chegada de Ranieri, não vejo a Inter brigando pelo scudetto nesta temporada. De qualquer modo, não havia mais clima para Gasperini e era melhor mudar agora do que esperar o fim do ano.
    Sobre a Juventus, ainda não consigo vê-la passeando na Serie A. Pra mim, Milan e Napoli ainda estão à frente dos Bianconeri que começaram bem noutras temporadas tiveram desfecho na linha do medíocre.
    Se tivesse que apostar, ficaria entre o atual campeão e os partenopei.

    Abraço.

  10. Anônimo

    O Ranieri, creio eu, vai colocar as coisas nos trilhos e levar a equipe até a zona de classificação para a próxima CL. Milan, Napoli e Inter devem ser os italianos na próxima edição da competição, caso nenhum absurdo aconteça até o final da temporada.

    E também creio que Ranieri só sairá se Moratti puder contratar Guardiola ou Mourinho para a próxima temporada. Mas não sou capaz de garantir que isso ocorrerá de fato. É apenas um palpite.

  11. Alexandre Rodrigues Alves

    Realmente não acho o Gasperini tão ruim assim, mas a insistencia dele no esquema tático, atrelado aos problemas do time (falta de bons laterais, renovação no meio campo) culminaram com essa saída; difícil conseguir um bom técnico agora de fato, acho que o Zenga poderia fazer esse papel de transição.

    E me desculpe, mas o que vêem nesse Ranocchia que ainda não consegui enxergar; o cara parece um juvenil jogando no meio de profissionais; pode vir a ser um grande zagueiro, mas no momento não me convence nem um pouco.

Os comentários estão desativados.

Desenvolvido em WordPress & Tema por Anders Norén

Top