Tag: blog

Ampliando o foco

Os leitores hão de notar que o design do site mudou – mas não foi só. Depois de muito tergiversar sobre o assunto, decidi aumentar o foco do conteúdo. Não que o futebol perca espaço , mas é que eu sempre senti falta de poder escrever mais, sobre outros assuntos.

Ler mais

Blogueiro baleado no RJ

Depois do post de ontem sobre a atividade do Blog do Paulinho, hoje escrevo para noticiar a tragédia anunciada da tentativa de assassinato do jornalista e blogueiro Ricardo Gama, baleado no Rio. A imprensa no Brasil com liberdade é, cada vez mais, aquela para quem aceita jogar o jogo do poder. Censura e ditadura não são só as iniciadas por golpes políticos. Elas nem sempre são óbvias. Só há liberdade de imprensa se ela for total e para todos. Não há meio termo.

Derrota de ex-jogador na Justiça

Sei que nem todo mundo gosta do Blog do Paulinho, mas um ganho de causa para ele contra o ex-jogador Neto, que pediu a censura de seu site, vale a pena, gostando ou não.

Detalhe para a argumentação do juiz na sentença.

O flop-marketing corintiano em ação – e ninguém fala nada

Quando as coisas dão resultados no Corinthians – pode ser a compra de um saco de cadarços – e Andres Sanches, mais o seu séquitos de jornalistas puxa-sacos – arrotam caviar durante seis meses.

Ler mais

Nem tudo é futebol

Esse é um blog de futebol e não pretende deixar de ser. Mas uma polêmica criada no blog do Juca Kfouri me chamou a atenção para um fato ao qual já tinha atentado na semana passada: o do desrespeito do leitor para com as opiniões que um jornalista escreva.

Ler mais

Blog do Cosme

Não gosto muito dos posts do Blog do Cosme Rímoli. Por uma questão de estilo. Acho que de vez em quando ele adota um estilo sensacionalista demais. Mas ele consegue notícias. Esse post sobre a seleção brasileira ficou muito bom. E mostra na mão de que cafajestes está o futebol do Brasil hoje.

Unificação dos títulos

Estava repensando a questão da unificação e cheguei a uma conclusão: minha opinião anterior estava errada.

Eu fui muito sutil ao considerar a unificação dos títulos, proposta por um conjunto de clubes nacionais (alguns grandes mesmo e outros grandes “aposentados”) apenas ridícula.

Cheguei à conclusão que não há um significante na língua portuguesa que possa expressar o quanto a solicitação é irreal e fora de propósito, patética, inadjetivável.

Para resolver a questão, estou pesquisando a etimologia de outras línguas para tentar descobrir o “termo perfeito”. Caso o encontre, farei minha descoberta pública neste blog.

Desenvolvido em WordPress & Tema por Anders Norén

Top