Na última quinta-feira o inglês Manchester United entrou em campo pela segunda rodada da fase de grupos da Europa League. Os red devils receberam em Old Trafford (Manchester/Inglaterra), o modesto Zorya Luhansk da Ucrânia. Os times integram o grupo A do torneio.

A partida foi monótona para o público, sendo que o United encontrou alguma dificuldade para vencer pelo placar mínimo. Com o resultado a equipe de José Mourinho conseguiu obter os primeiros três pontos, agora ocupando a terceira colocação do grupo atrás de Fenerbahçe (primeiro) e Feyenoord (segundo).

Manchester United

O técnico José Mourinho segue promovendo alguma rotação no time titular, sendo que tivemos três atletas considerados reservas plenos no alinhamento inicial. Eram eles o goleiro Sérgio Romero, o lateral-direito Fosu-Mensah e o lateral-esquerdo Marcos Rojo. A escalação inicial teve Romero, Mensah, Smalling, Bailly e Rojo. Fellaini, Pogba, Lingard, Mata e Rashford. Ibrahimović. O módulo tático era um 4-2-3-1.

Devido à fragilidade do adversário, o United conseguiu impôr 67% de tempo de posse de bola com o esférico rolando. Segundo os dados oficiais da UEFA, a equipe inglesa criou 13 ocasiões de gol (quase o dobro do Zorya), das quais 6 foram para fora e 2 foram em gol. Uma destas duas foi convertida por Zlatan Ibrahimović aos 69 min, já no segundo tempo.

O lance do gol aconteceu na primeira participação de Wayne Rooney, cuja titularidade era questionada pela imprensa inglesa na véspera. Fosu-Mensah aberto pela direita encontrou Rooney entrando na área adversária pelo centro. O atacante inglês finalizou errado e a bola subiu, com Ibrahimović junto ao poste esquerdo da meta adversária, cabeceando para o gol. Rooney havia entrado no minuto anterior, no lugar de Lingard.

Os red devils conservavam a posse de bola, mas a postura demasiadamente receosa do adversário dava poucos espaços, sem porém criar grande perigo à meta do goleiro argentino Romero.

Zorya Luhansk

A curiosa equipe do Zorya Luhansk foi a quarta colocada da última edição da Premier League ucraniana. A equipe sediada na cidade de Luhansk ao leste de seu país, se vê plenamente afetada pelos conflitos bélicos envolvendo russos no território da Ucrânia, conflitos estes eclodidos em 2014.

A cidade fica na região de Donestk e o Zorya tem os mesmos problemas do tradicional Shakhtar Donestk, incluindo-se a necessidade de abrigar os jogos a seu mando de campo, na cidade de Zaporizhia. Fundado em 1923, o Zorya se vê degrais atrás de Shakhtar, Dynamo Kiev e Dnipro, no quesito tradição em torneios continentais europeus.

O time treinado por Yuriy Vernidub foi a campo com Shevchenko, Sivakov, Chaykovsky, Kamenyuka e Petriak. Kulach, Rafael Forster, Karavaev, Ljubenovic. Grechychkin e Sobol. O desenho tático era algo próximo do 4-4-1-1. O elenco conta com dois brasileiros, o zagueiro Rafael Forster (ex-Goiás) e o meia-atacante Paulo Victor (ex-Corinthians), na Ucrânia chamado de Paulinho.

A equipe ucraniana cumpre um papel de coadjuvante plena no grupo A da Europa League, ao lado de dois campeões de Champions League (o Feyenoord e o próprio United), além do tarimbado turco Fenerbahçe.

Na terceira rodada da fase de grupos da EL, o Manchester United receberá o líder do grupo Fenerbahçe, em Old Trafford no dia 20 de outubro. Os red devils voltam a campo pela Premier League inglesa neste domingo, recebendo o Stoke City às 8 hr (horário de Brasília).

Imagem de Ibrahimović (camisa 9) no lance do gol: Laurence Griffiths/Getty