O clube espanhol de origem catalã Barcelona, tenta inscrever o meia turco Arda Turan, para suprir a lacuna deixada pelo brasileiro Rafinha Alcântara. Rafinha, filho do ex-jogador Mazinho, sofreu uma grave lesão em partida da primeira rodada da Champions League, ocorrida durante a semana passada.

O meia brasileiro já foi operado nesta segunda-feira, segundo informou o El País, no intento de sanar uma lesão no ligamento do joelho direito. Rafinha ficará afastado dos gramados por pelo menos seis meses. Em contra-parte, o meia Arda Turan contratado pelo clube culé no começo desta temporada 2015/2016, pode vir a ser seu suplente.

No entanto, nem ele nem o lateral Aleix Vidal estão autorizados a entrar em campo pelo Barcelona, antes do dia 4 de janeiro de 2016. O clube cumpre neste ano de 2015, uma punição imposta pela FIFA, em virtude das irregularidades constatadas na manutenção de atletas das suas divisões de base.

A punição consiste em proibição de utilização de novos atletas que podem ser contratados, mas não podem entrar em campo em jogos oficiais. Turan e Aleix estão normalmente integrados ao elenco culé, e inclusive participam das atividades com os outros atletas.

O Barcelona tentou sem sucesso inscrever os dois jogadores tão logo foram contratados. A FIFA manteve-se rígida dando prosseguimento à punição em relação ao atual campeão europeu. Porém, a acessoria jurídica do clube culé observa uma possibilidade de inscrição de um novo atleta, mediante o regulamento da Federação Espanhola de Futebol.

A possibilidade se dá exatamente em nome da perca por longa duração de um jogador afetado por lesão grave. Um jogador de reposição além do número limite, pode ser inscrito por um clube. O aconselhamento partiu também de Toni Freixa, que concorreu com Josep Maria Bartomeu, no pleito recente que re-elegeu o segundo, enquanto presidente do clube culé. O clube catalão tenta descobrir se a punição imposta pela FIFA, tem poder para intervir no regulamento proposto pela federação espanhola.

Destaque do Atlético de Madrid nas últimas temporadas, Turan foi contratado pelo Barcelona por cerca de 34 milhões de Euros. A aquisição gerou polêmica, pois o acordo firmado entre culés e colchoneros, previa a possibilidade do Atlético recomprar o meia, caso Josep Bartomeu não se re-elegesse.

O Barcelona bateu o Levante por 4×1, no último fim de semana em partida válida por La Liga. Os blaugrenas lideram o torneio com 12 pontos e retornam a campo nesta quarta-feira, visitando o Celta de Vigo, às 15 hr (horário de Brasília).

A liga espanhola está sendo transmitida no Brasil pela ESPN.

Imagem de Turan se apresentando como atleta do Barcelona: Alejandro Garcia – EFE