Lazio: a questão é o ataque

Na Lazio, dificilmente alguém sai em caso de LC (especialmente Hernanes, autor de uma temporada espetacular, com queda nas últimas 10 partidas).O time da capital deve investir no meio-campo e ataque (setor em que certamente vai diminuir suas opções que, apesar de muitas – Floccari, Sculli, Rocchi, Del Nero, Kozak e Zárate – são carentes em termos de qualidade). A lateral-esquerda ainda não term um substituto à altura de Kolarov e não há alternativas em vista até o momento.

 

4 respostas para “Lazio: a questão é o ataque”

  1. Vero, eles até tem um bom time titular, mas opções de banco são escassas.

    O Del Nero ainda vagar por lá é inaceitável e a contratação prioritária deveria ser a de um goleiro, porque aturar Muslera é complicado.

    Sobre Alessandro Tuia, é um dos grandes jovens promissores do FM!

  2. Tb ouvia falar bem dele, mas nunca vi uma menção jornalística de que ele pudesse ser efetivado.

  3. Taí o exemplo de um time que tirou leite de pedra indo muito além do imaginavel. Vai precisar fazer uns 6 retoques no time titular se quiser alguma coisa, a começar pelo goleiro Muslera, cujo empresário deve ter uma lábia e uma influencia fenomenal.

  4. Estão uns dois passos atrás do Napoli. Concordo contigo, mas creio que eles precisam também de um bom central – onde estaria o incrivelmente incensado, pelos italianos, Alessandro Tuia? Leio há uns 50 anos que o sujeito é o novo Nesta.

Os comentários estão desativados.