Roma avalia entre reforços e planejamento

Da Roma, vêm as mensagens mais contraditórias em relação a reforços. Os novos donos têm dinheiro para investir, mas ainda não se sabe se a direção preferirá fazer contratações de peso logo de cara ou se investirá num projeto de longo prazo. O elenco é grande e precisa de cortes em todos os setores (por exemplo, são cinco goleiros, dez defensores e nove meio-campistas, mas poucos nomes à altura das ambições do clube). Vucinic, Mènez e De Rossi têm uma série de pretendentes, mas só deixam o clube no caso de uma reformulação profunda. E ainda tem Totti, cuja classe não rege mais por 90 minutos, mas ainda assim, não é substituído jamais. Tudo isso e mais a dúvida sobre a questão do novo treinador.

Anteriores

Lazio: a questão é o ataque

Próximo

O mercado napolitano em discussão

7 Comments

  1. Raphael

    “O elenco é grande e precisa de cortes em todos os setores (por exemplo, são cinco goleiros, dez defensores e nove meio-campistas, mas poucos nomes à altura das ambições do clube).”

    Esse é o retrato da Roma hoje. Precisa reduzir seu elenco imediatamente, tem muitos jogadores mediocres por lá, e contratar nomes de peso.

    Sobre o Totti, o ideal seria a 2a opção, mas pelo jeito o que vai acontecer é a 3a.

  2. Cassiano Gobbet

    A Roma tem um problema chamado Totti. Grande jogador, imagem da Roma, símbolo, mas visivelmente em decadência física. Três opções: a Roma rescinde o contrato dele e a torcida come o fígado da diretoria (pq vendê-lo está fora de questão, não há mercado), ele se dá conta de que está sendo mais um problema que uma solução e assume um papel menos preponderante no time (chance ainda menor de acontecer) ou a Roma vive a síndrome vivida pelo Newcastle com Shearer e Real Madrid com Raúl. E é isso que vai ocorrer. abs

  3. Cassiano Gobbet

    Vucinic tem proposta da Fiorentina; Ancelotti é a primeira opção para a Roma. abs

  4. Rafael Borges

    Uma boa hora para a Roma vender alguns jogadores que não me convencem mais como De Rossi e Menez.

    Além disso, acho que a Roma deveria copiar a fórmula do Palermo ao invés de tentar competir com os gigantes de Milão no quesito quem gasta mais e pior…

  5. Boni dos Santos

    acho que Vucinic perdeu dinheiro, seus melhores anos na carreira já passaram, deveria ter aceitado as ofertas do futebol ingles que pipocavam pra ele em 2009..

  6. Gilson

    Por mais incrível que possa parecer, acho a situação da Roma hoje bem mais confusa que era há um ano. A impressão que passa é que os novos proprietários querem fazer uma revolução no clube e já obter resultados significativos no primeiro ano.

    Vamos ver o que vai acontecer na capital.

  7. Caso deixe a Roma, Vulcinic poderia ir pra onde? No banco, quais as chances reais de Ancelotti vir?

Os comentários estão desativados.

Desenvolvido em WordPress & Tema por Anders Norén

Top