Frito no Tricolor

Ricardo Gomes está frito no São Paulo. Não precisa ser mago para descobrir isso. Quem ainda defende a sua permanência é porque está comprometido com a indicação. Não acho que ele mereça ser demitido, mas o ponto é que já há sinais claros de que seu tempo está esgotado e quem quer se livrar dele está aproveitando. Quem quiser apostar nele, arrisque, porque a hora do risco é esta. Risco mesmo.

O técnico foi defendido por alguns jornalistas em sua passagem no Morumbi, especialmente aqueles que achamvam Muricy Ramalho um zebu. O ponto é que Ricardo teve uma boa fase no Brasileiro porque os jogadores que estavam de saco cheio da disciplina de Muricy quiseram fazer os resultados. Agora, acomodaram, especialmente aqueles que acreditavam numa vaga na Copa do Mundo (Hernanes, Miranda). Agora, perderam o estímulo

Gomes está frito, morto e enterrado no Morumbi. Só uma reação na Libertadores daquelas digna de filme o salva. Washington não tem nada de vítima e suas declarações de “fritura” precisariam ser pesadamente punidas. O descaso de jogadores importantes como Dagoberto também, mas o técnico não tem força para fazer isso e aparentemente, nem coragem.

Até outro dia, Ricardo Gomes era um gênio para vários cronistas, especialmente aqueles com boas fontes no Morumbi, mas os elogios vinham na esteira da antipatia por Muricy. Agora, como a maionese desandou, eles se preocupam em passar a criticar o técnico porque sabem de bastidores que Gomes caiu. Mas a culpa não é só dele. É de uma gestão que mandou embora Arouca (outro criticado pela gestão anti-Muricy) para contratar Rodrigo Souto, Carlinhos Paraíba, Cléber Santana, Marcelinho Paraíba – aliás, um erro também cometido pelo Corinthians, que tem um elenco desequilibrado e superdependente de dois ou três jogadores e cuja crítica virá a seguir da eliminação da Libertadores. Ainda há tempo, para os dois times, de se reforçar para o Brasileiro, vendendo os jogadores inadequados. Cabe saber se há dinheiro e se os inadequados topam deixar a mamata.

Anteriores

A semifinal de uma LC de gastos obscenos

Próximo

Seleção da Semana 90 Minutos

2 Comments

  1. Raphael

    o São Paulo esse ano pra mim fez um péssimo mercado, e a troca do Arouca foi sem comentários…

  2. Gilson

    Esse é um dos principais problemas do fut de hoje: time grande contrata o jogador errado e quando percebe isso tenta entabular uma negociação para devolver o cara para sua realidade. O cidadão não aceita e vai ficando no elenco do time grande, inchando-o.

    E é bom deixar absolutamente claro que o cara está no seu direito ao não aceitar ser cedido.

Os comentários estão desativados.

Desenvolvido em WordPress & Tema por Anders Norén

Top