Tag: Orlando Silva

Copa&Olimpíada, a Caixa de Pandora brasileira

A última semana foi extremamente cheia de significados para a gestão do esporte no Brasil  e, por extensão, para o próprio Brasil. O país conseguiu se livrar de uma das pessoas públicas mais inssossas e incompetentes dos últimos tempos, o já-foi-tarde Orlando Silva, mas não se livrou do PC do B (que é uma entidade bem bizarra  – um zumbi corrupto morto-vivo, esquizofrênico entre ideologia e preguiça macunaímica). Com o aval do NeoPT (que é a antítese da história do finado PT), o Brasil se encaminha para fazer dois megaeventos esportivos onde o Estado (ndr, nós) vai pagar uma conta astronômica, os barões vão ganhar quantidades de dinheiro estelares e esportivamente, devemos mostrar os dois vexames para os quais ensaiamos com competência..

Ler mais

Sorteando a própria imagem

A “festa” de sorteio das seleções para a Copa de 2014 não precisa de uma quantidade maior de comentários em relação à sua performance enquanto “evento”. A atenção do mundo aos resultados teria tido o mesmo efeito caso tivesse sido feita numa saleta da antiga sede da CBF na Rua da Alfândega, no Rio. A diferença é que a Rede Globo lucrou R$30 milhões pagos pelo contribuinte. Além disso, foi possível ver, em alguns casos, com grande desapontamento, a quantidade de personagens que apoiaram a pantomima da CBF no assalto vergonhoso aos cofres públicos.

Ler mais

O inferno não é tão ruim

Se você gosta de futebol brasileiro, prepare-se. A CBF está orquestrando um golpe que dará a ela o comando completo do esporte profissional. Todas as evoluções dos últimos anos – campeonato por pontos corridos, estatuto do torcedor, melhoria das contas dos clubes, etc – estão para ir por água abaixo. O líder do levante conservador é o presidente do Corinthians, capacho da CBF em troca de favores políticos e financeiros. Falidos, acompanham-no os clubes do Rio de Janeiro e o Coritiba, que não faz parte dos protagonistas do futebol nacional há pelo menos duas décadas. Por mais que o C13 seja fraco, viciado e mal gerenciado, está contra a CBF. Só por isso, já dá para decidir qual o lado certo a se apoiar. Como disse Winston Churchill, “se Hitler invadir o inferno, cogitarei uma aliança com o Diabo”.

Ler mais

Desenvolvido em WordPress & Tema por Anders Norén

Top