Nas próximas terça e quarta-feiras acontecem os últimos quatro jogos de ida das oitavas de final da Champions League. Na terça se enfrentam Manchester City x Barcelona e Juventus x Borussia Dortmund. Na quarta acontecem os confrontos entre Bayer Leverkusen x Atlético de Madrid e Arsenal x Monaco.

A partida da semana é sem sombra de dúvidas entre Manchester City e Barcelona, confronto que ocorreu nesta mesmíssima fase de oitavas de final, na última edição do torneio. Na ocasião o Barcelona avançou e o panorama não é muito diferente, neste momento. O City recebe os catalães em Manchester, mas seu quociente físico/técnico mostra-se um pouco abaixo do que aquele visto na temporada passada.

O elenco citzen é praticamente o mesmo e tal qual o PSG, o City entra num período de disputa frequente de mata-mata da CL, posterior a início de investimentos milionários. Obviamente que o aspecto tradição pende a favor do tetracampeão Barcelona. O time blaugrena briga por uma conquista tanto de CL quanto de liga espanhola, torneio em que disputa o título com o líder Real Madrid, rodada a rodada.

Além da tradição, o momento físico/técnico dos culés é melhor que o dos citzens, mesmo o Barcelona tendo sido derrotado pelo Málaga (1×0), na última rodada de La Liga onde é vice-líder. Paralelo ao confronto no Etihad Stadium, haverá um Juventus e Borussia Dortmund que ocorrerá na Juventus Arena em Turim (Itália)

A equipe bianconera bi-campeã da CL, re-edita um confronto que deu aos aurinegros alemães, seu primeiro título de CL, na temporada 1996/1997. Na ocasião o Dortmund venceu uma Juve que defendia a condição de atual campeã (venceu em 1996). A vecchia signora contava com um ainda jovem Alessandro Del Piero e seu principal reforço para a temporada 1996/1997, o hoje mito Zinedine Zidane.

O panorama atual é drasticamente diferente no quesito elenco e nas ligas domésticas, ambas as equipes vivem momentos distintos. O Dortmund briga para se ver livre da ameaça de rebaixamento da Bundesliga, ao passo que a Juventus pode vencer a Série A, com algumas rodadas de antecedência. O momento técnico do time italiano é discretamente superior ao dos alemães. Porém a Juve não é candidata ao título continental.

Na quarta-feira.

Na Alemanha o coadjuvante Bayer Leverkusen agradece por não ter sido obrigado a enfrentar um adversário ainda mais forte. A equipe germânica receberá na Bayarena, o atual vice-campeão do torneio Atlético de Madrid. Os colchoneros tiveram o retorno de atletas importantes como Arda Turan e Raul Garcia, voltando também a vencer na última rodada da liga espanhola (3×0 sobre o Almería).

O time rojiblanco do treinador Diego Simeone é franco atirador na CL, uma vez que a disputa em La Liga, se limita a manter índice de classificação para a disputa da CL, da próxima temporada. O treinador argentino não esconde o discurso “pés no chão” perante o torneio espanhol. O Atlético, favorito contra o Leverkusen, estará menos exposto ao desgaste físico/mental, referente à disputa por título entre duas competições. Pode ser finalista outra vez.

Paralelamente ao confronto na Alemanha, o Arsenal recebe o Monaco no Emirates em Londres (Inglaterra). Em termos de elenco, os gunners se mostram levemente superiores ao Monaco, de alguma forma, uma “zebra” neste mata-mata.

Ambos os times já foram vice-campeões do torneio. O Arsenal foi vencido pelo Barcelona na final da temporada 2005/2006. O Monaco foi derrotado pelo FC Porto de José Mourinho, na final da temporada 2003/2004.

No Brasil a ESPN e a Sports + exibem os jogos das oitavas de final da CL, nas terça e quarta-feiras. Na tv aberta, a Esporte Interativo exibe os jogos de terça-feira e a Band, as partidas que acontecem na quarta-feira.