O FK Crvena Zvezda, popularmente conhecido no Brasil como Estrela Vermelha de Belgrado (ou Red Star Belgrado), chegou a vencer a Champions League na temporada 1990/1991. Na época o formato do torneio ainda se dava de acordo com sua antiga nomenclatura, Copa dos Campeões da Europa. Inicialmente a agremiação era iugoslava, mas aquela equipe campeã unia atletas de etnias diversas dos balcãs (sérvios, croatas, bósnios, eslovenos).

A mórbida constatação diz respeito àquilo que a torcida organizada do Estrela Vermelha (hoje conhecida como Ultra Bad Boys), personificou entre os anos 1980 e 1990. A mesma ocultava a face das tropas de limpeza étnica do então ditador Slobodan Milosevic. O jornalista norte-americano Franklin Foer inicia o seu livro “Como o Futebol Explica o Mundo” (Jorge Zahar Editor), com uma narrativa improvavelmente fantástica sobre o tema.

A torcida do Estrela Vermelha era chefiada por Zeljko “Arkan” Raznatovic, um misto de gângster e celebridade dos balcãs, que obviamente apoiava Milosevic, lider do Partido Comunista Sérvio desde 1986. A estratégia política de Milosevic era insulflar o orgulho nacionalista sérvio em seu povo. Pretexto para assassinatos de croatas, muçulmanos ou albanêses.

Fora do âmbito “pára-militar” os hooligans liderados por Arkan, que eram chamados de Delije (ou Tigres), exerciam sua vocação anti-desportiva. Enquanto não estavam saqueando, matando ou estuprando, arrumavam confusão contra os torcedores croatas do rival Dinamo Zagreb, ou com a torcida do rival local Partizan Belgrado.

No fim dos anos 90, Milosevic foi deposto e guerrilheiros/hooligans como Arkan chegaram a mostrar frontal oposição ao ditador, obviamente utilizando uniformes do Estrela Vermelha. Com o tempo, o ditador passou a ver enquanto problemático o nacionalismo que foi abraçado pelo Delije. Tal revolução anti-comunista é descrita por Franklin Foer como a “Revolução do Estrela Vermelha”.

Milosevic foi deposto em 2000 e Arkan morreria três anos depois, deixando como herança para a esposa e popstar sérvia Ceca, a agremiação futebolistica do Obilic.