Neste sábado o Real Madrid recebe o Barcelona pela nona rodada da liga espanhola, no Bernabeu. “El clásico” já roubou as atenções dos dois times, na rodada de meio de semana da fase de grupos da Champions League. Tanto blancos quanto blaugrenas, tendo o resultado em mãos respectivamente contra Liverpool (3×0) e Ajax (3×1), promoveram a ideia de poupar alguns titulares na segunda etapa das partidas da CL.

Na tabela de La Liga o Barcelona lidera e o Real Madrid vem se recuperando, neste momento estando em terceiro lugar. O periódico espanhol El País, chamou atenção para a forma como ambas as equipes tem feito seus gols. Dos 30 gols feitos pelo Real Madrid em 8 rodadas 14 foram feitos em jogadas contra-ataques, ou seja quase a metade. Algo que reflete bem a forma do time jogar e da mentalidade do treinador Carlo Ancelotti.

Ainda sobre a batuta de José Mourinho, certa vez o volante Xabi Alonso (hoje no FC Bayern) afirmou que os blancos tinha uma forma diferente de jogar do “tiki-taka” catalão. Que eram mais objetivos. Mou que havia treinado de forma vitoriosa Chelsea e Internazionale, possui uma visão futebolistica não muito diferente da visão de Ancelotti, vitorioso também na Inglaterra e Itália, por Chelsea e Milan.

A saída em velocidade após bola recuperada é uma virtude do Real Madrid, uma vez que seu principal goleador (Cristiano Ronaldo/15 gols na liga), é um atleta que tem a característica da transição rápida em velocidade pelos lados do campo. Outro destaque, mas que estará ausente em “el clásico”, Gareth Bale (vice-artilheiro/4 gols na liga) também é um externo de transição rápida e condicionamento físico absurdo.

Por outro lado, o Barcelona de Luís Enrique que fez 22 gols em 8 rodadas da liga, depende das jogadas individuais surgidas em espaços pequenos. O time fez 10 gols em jogadas de contra-ataque, 10 em jogadas individuais, 1 em cruzamento e 1 em tiro de fora da área, segundo os dados do El País. O blaugrena depende mais do brilhantismo de seus dois protagonistas Messi e Neymar. Respectivamente vice-artilheiro (7 gols) e artilheiro do time (8 gols).

Messi é também o líder de assistências (7 passes para gol). Porém, o Barça de Luís Enrique mostra plena coerencia para com a essência do “tiki-taka”, em defender-se com a posse de bola. Os culés ainda não sofreram nenhum gol em 8 rodadas da liga espanhola.

Resta saber o que o atacante uruguaio Luís Suárez poderá acrescentar ao time blaugrena, uma vez que sua suspensão já se vê prescrita.