Grupo E – Chelsea, Shaktar Donetsk, Juventus, Nordsjaelland: o Chelsea atual campeão da CL iniciará a defesa do título num grupo aparentemente não tão badalado porém difícil. A tendência é a de que os blues levem uma das vagas.

O Shaktar pode avançar ao mata-mata, não que os ucranianos sejam uma força inquestionável mas porque nas últimas temporadas já vimos este mesmo Shaktar fazendo-o. Trata-se de um time minimamente competitivo. O destaque aqui é a Juventus campeã da CL em 1996 que retorna após um exílio de duas temporadas ausente e que terá seu estádio Juventus Arena debutando no torneio.

Porém é possível que bianconneri deva se concentrar na Série A e que embora tenha um bom elenco, não se trata exatamente de um plantel de fazer frente a um City, a um FC Bayern ou a um Real Madrid. Disputará com o Shaktar a segunda vaga e com certeza trará dificuldades ao Chelsea.

Quando muitos estiverem conseguindo pronunciar o nome do norueguês Nordsjaelland o mesmo já pode ter sido eliminado…

Grupo F – FC Bayern, Valencia, Lille, BATE Borisov: finalista vencido na última temporada, tradicional e sempre competitivo, o FC Bayern com certeza leva uma das vagas. A dúvida aqui no grupo F é qual dos três outros avançara com a segunda vaga. Ainda que detentores de alguma tarimba, Valencia e Lille não se vêem exatamente em momentos grandiosos de sua história. O BATE corre (bem) por fora. Em termos de audiência trata-se do grupo menos interessante.

Grupo G – Barcelona, Benfica, Spartak Moskow, Celtic: o Barcelona continua detendo um respeitável favoritismo e é o provável detentor de uma das vagas para as oitavas de final. O Benfica que quase eliminou o finalista vencedor Chelsea nas quartas de final da CL passada é forte candidato a segunda vaga por ter um time minimamente competitivo.

Spartak e Celtic podem aproveitar o fator casa para trazer alguma dificuldade para blaugrenas e águias. Os russos podem se valer do inverno rigoroso de Moscou mas são o time mais fraco do grupo. A retranca escocesa do Celtic sempre cria dificuldades sobretudo quando atua nos seus domínios de Glasgow diante de sua fanática torcida.

Grupo H – Manchester United, Braga, Galatasaray, Cluj: os red devils de Manchester tentam esquecer a eliminação precoce da última CL quando improvavelmente disputaram a Europe League. Sir Alex Ferguson investiu tendo em seu elenco Robin Van Persie e o destaque Shinji Kagawa vindo do Borussia Dortmund.

Resta saber se os jovens valores do United começarão a vingar em jogos decisivos da CL. Danny Welbeck por exemplo fez uma boa EURO pela seleção inglesa. O turco Galatasaray deve superar o azarão lusitano Braga e o romeno Cluj.