Nesta quinta-feira o inglês Manchester United fará sua estreia pela Europa League, diante do holandês Feyenoord em Rotterdam (Holanda). Apesar de ser tricampeão da Champions League, o United não está habituado a disputar o torneio, sendo que nunca conseguiu conquistá-lo.

O treinador red devil José Mourinho já venceu a Europa League na temporada 2002/2003, dirigindo o FC Porto. Na época a competição ainda ostentava a nomenclatura Taça UEFA. Garoto propaganda da cerveja Heineken, que patrocina a Champions League, Mourinho protagonizou um impagável anúncio vociferando uma preleção para os fãs do torneio, que se iniciou na última terça-feira.

Veja o anúncio da Heineken com Mourinho, dirigido por Guy Ritchie.

https://www.youtube.com/watch?v=ahca14e3Lnc

Bi-campeão da CL (por FC Porto e Internazionale), Mourinho foi claro na coletiva concedida à imprensa na última quarta-feira. O treinador lusitano foi direto afirmando que o time tentará vencer a difícil competição continental, mas que a Europa League não é o “sonho” dele, nem de seus atletas.

Segundo palavras destacadas pelo periódico inglês Guardian, Mourinho ressaltou que a EL suscita um maior trabalho de motivação de sua parte, porque ele Mourinho diz saber que a EL “não é o maior sonho dos maiores atletas”. O treinador lusitano completou dizendo que se não se está na disputa da Champions League, então é preciso “encontrar motivação para jogar a competição em que se está inscrito”.

Em campo

A equipe dos red devils tenta se recompor após a derrota para o rival Manchester City, no derby do último sábado pela Premier League. No dia seguinte ao confronto, Mourinho já havia confirmado a titularidade do jovem Marcus Rashford (18 anos), para o confronto da EL. Rashford entrou na segunda etapa diante dos citzens que venceram por 2×1.

Ademais o atacante Wayne Rooney acabou não sendo incluso na convocatória, sequer tendo viajado para a Holanda. O Guardian sugere uma provável escalação que trará atletas que não estão sendo aproveitados, mas que possuem valor de mercado como Darmian, Rojo e Memphis Depay.

Titularíssimos, Paul Pogba e Zaltan Ibrahimović devem iniciar a partida no banco, ao passo que Mkhitaryan e Phil Jones foram vetados pelo departamento médico. O Guardian sugere uma escalação inicial com De Gea, Darmian, Smalling, Bailly e Rojo. Schneiderlin, Carrick, Depay, Mata e Ashley Young. Rashford.

Fora o aspecto motivacional, Mourinho mencionou uma possível maratona física à qual a equipe se submeterá em outubro, quando o United enfrentará o turco Fenerbahçe pela EL, em meio a confrontos contra Liverpool e Chelsea, pela Premier League. Os red devils enfrentarão o Liverpool numa segunda-feira, os turcos numa quinta-feira e o Chesea, no domingo subsequente.

Do lado do adversário, o Feyenoord é o atual líder da Eredivise holandesa, sob comando do treinador antigo ídolo/ex-lateral Giovanni “Gio” van Bronckhorst, que atuou por Arsenal, Barcelona e seleção holandesa. Em campo o líder é o veterano capitão e atacante Dirk Kuyt (36 anos).

Força expressiva do futebol holandês ao lado de Ajax e PSV Eindhoven, o Feyenoord é tradicional tendo vencido a EL (ainda como Taça UEFA), nas temporadas 1973/1974 e 2001/2002. O time já venceu a Champions League na temporada 1969/1970.

Feyenoord x Manchester United se enfrentam às 13:55 hr (horário de Brasília). A ESPN transmitirá o confronto no Brasil.

Imagem de Rooney e Mourinho (à direita): Getty Images