Eliminado da Copa Del Rey, o Real Madrid folgou a semana toda, tentando se recuperar do atropelo imposto pelo Atlético de Madrid, no fim de semana passado em partida válida por La Liga.

Os blancos perderam por 4×0 para os rivais colchoneros e viram a distancia para o vice-líder Barcelona, diminuir para um ponto.Nas entrelinhas do desastre, a festa de aniversário de Cristiano Ronaldo demandou os maiores questionamentos endereçados ao treinador Carlo Ancelotti.

O treinador italiano afirmou à imprensa espanhola na última quinta-feira, que “a questão da festa” para ele “não era uma questão”. Ancelotti vedou o direito a privacidade de todos os seus atletas, afirmando que para ele importa o que se faz profissionalmente em campo. CR7 completou 30 anos na quinta 05/02. A imprensa lusitana ventilou uma suposta festa que ocorreria na véspera do derby de Madrid, com todo o elenco blanco convidado.

A recepção no entanto, ocorreu no sábado passado, logo após a derrota para o Atlético. Nem todos os atletas compareceram exatamente devido a derrota vexatória no Calderón. A imprensa espanhola solicitou publicamente “a cabeça” de CR7 no domingo, amparada por torcedores que repercutiam fotos da festa, as quais pipocavam na internet via redes sociais.

Em termos físicos e técnicos, o Real Madrid teve desfalques importantes contra o Atlético e neste momento tem seu departamento médico povoado por: Khedira, Pepe, Modrić, Sergio Ramos, Fabio Coentrão e James Rodriguez. O volante alemão Khedira teve lesão física constatada após a partida contra os colchoneros.

A situação é crítica, já colocando em xeque qualquer pretensão blanca em relação à Champions League. Na última terça-feira o presidente Florentino Pérez esteve no centro de treinamento de Valdebebas, para falar com Ancelotti e com os atletas, segundo apurou o El País.

Ancelotti assumiu frontalmente que sua equipe teve uma baixa de “intensidade, atitude e concentração”. Em suma uma queda mental preocupantes, um problema psicológico que não ajuda em nada, haja visto o número de atletas importantes se recuperando de problemas físicos.

Por outro lado, Carletto deixou transparecer que o ritmo da última temporada que culminou com 2 títulos importantes, e o recorde de 22 partidas sem perder, cobram seu preço físico.

Ainda líder de La Liga com 54 pontos o Real Madrid volta a campo neste sábado pela vigésima terceira rodada do campeonato espanhol. Os blancos recebem o Deportivo La Coruña em Madrid.

Foto de Carlo Ancelotti em coletiva de imprensa em Valdebebas: Chema Moya – EFE