Para além da premiação da Bola de Ouro FIFA ocorrida na última segunda-feira e vencida por Cristiano Ronaldo, a imprensa esportiva grifou as palavras de Lionel Messi, na coletiva que antecedeu a cerimônia realizada na Suíça. A semana que antecedeu a premiação, foi turbulenta para Messi nesse sentido, nos bastidores do Barcelona. Mas a permanência de CR7 em Madrid também não é tida enquanto certa pelo próprio.

O periódico espanhol El País frisou as palavras de Messi, convicto de que os rumores não vão sumir de repente. Mesmo ele tendo afirmado após a vitória contra o Atlético de Madrid por La Liga, no domingo, que qualquer proposta de Chelsea ou Manchester City, era mentirosa. Na coletiva antes da cerimônia Messi afirmou: “Não sei onde estarei no próximo ano. Sempre disse que gostaria de encerrar minha carreira no Barcelona, porém nunca se sabe o que pode acontecer no futebol”.

Atualmente com 27 anos, Messi ainda tem pelo menos três temporadas possíveis de serem jogadas em alto nível. O El País que é de Madrid, segue afirmando que nos bastidores catalães do Barcelona, há problemas entre Messi e a diretoria, além do suposto conflito com o técnico Luís Enrique. Problemas estes que Messi também afirmou não haver, após a partida contra o Atlético de Madrid. Os quais foram alardeados pela imprensa na semana anterior à cerimônia.

Por outro lado, Cristiano Ronaldo surpreendentemente afirmou não saber do futuro, quando questionado por um jornalista se pretende encerrar a carreira no Real Madrid. CR7 afirmou que está contente em Madrid e lembrou que seu atual contrato foi renovado a pouco mais de um ano atrás. CR7 completa 30 anos exatamente no próximo dia 5 de fevereiro. O prazo de sua “idade útil” enquanto atleta já está expirando.

O El País frisa uma suposta preferencia do presidente merengue Florentino Pérez pelo galês Gareth Bale (25 anos). Os sucessores de CR7 serão Bale e o recém chegado James Rodriguez (23 anos), que por sua vez, recebeu o prêmio Puskas de gol mais bonito de 2014, na cerimônia em Zurique.

Foto de Messi na coletiva de Zurique: Walter Bieri – EFE