Rússia 2018

Acompanhei a “escolha” da sede de 2018 na sua maior parte por meio dos correspondentes britânicos. Acredito que o país, por todas as razões, era a melhor escolhas – pelos estádios, pela paixão do povo, pela história, etc. Mas deu Rússia. Visivelmente é uma escolha determinada pelos mesmos motivos podres e sórdidos que escolheram África do Sul e Brasil e que tem a marca registrada da gestão Blatter na Fifa, uma enlameada por uma trilha inequívoca de corrupção, negociatas e favores escusos.

Nenhum país queria tanto a Copa quanto a Inglaterra e nenhuma imprensa se esforçou mais em mostrar o quanto a Fifa é corrupta. Hoje, grande parte da Inglaterra, capitaneada pelos interesses ingleses deixados de fora da mamata da Copa, estão com raiva da sua imprensa, mas eu acho que ela fez um favor ao país. A Inglaterra foi salva de ter de gastar bilhões com um evento mediático que está rifado em favor de uma candidatura que é liderada pelo próprio Senador Palpatine, segundo aponta o Wikileaks. Infelizmente não tivemos a mesma sorte.

Anteriores

Adivinhe? Adriano está “infeliz” na Roma e quer sair…

Próximo

Jogador italiano revela mágoas com a Inter

4 Comments

  1. Cassiano Gobbet

    A corrupção é a marca da escolha de todas as Copas da Era Blatter. Agora mais do que nunca. abs

  2. Raphael

    Eu tava na torcida por Inglaterra-2018 e Austrália-2022.

  3. Raphael

    A Rússia estava entre as candidaturas favoritas, muito em conta pelos bilhões que vem de empresas como Gazprom, Império Abramovich, e outros “mecenas”. Pra mim, era óbvio que a Rússia ganharia, por tudo isso que você comentou.

    Agora Cassiano, e a vitória do Catar, o que você acha? Tava totalmente por fora da escolha pra 2022, e queria saber se a candidatura deles era cotada mesmo, ou também levou “somente” pelos petrodólares?

  4. Boni dos Santos

    Concordo! a máfia russa e os xeiques pagaram mais e por isso levaram! TUDO É NEGÓCIO e leva a melhor quem $ +

Os comentários estão desativados.

Desenvolvido em WordPress & Tema por Anders Norén

Top