Ronaldinho com raiva

O jogo entre Milan e Fiorentina não foi sensacional, mas teve uma imagem que eu não via há muito tempo. A de um craque jogando com raiva, quase ódio. Ronaldinho sabe que não será convocado, mesmo estando jogando mais do que qualquer um dos protegidos de Dunga. Robinho, Adriano, Nilmar e até Luis Fabiano não têm o futebol do Gaúcho hoje. O atacante do Sevilla, então, vem de contusões seguidas, assim como Kaká. Dunga fará um grande bobagem ao deixá-lo no Brasil.

Se pensássemos num time titular do Brasil hoje, seria algo não muito diferente de: Júlio César; Maicon, Lúcio, Juan e Marcelo (ou Michel); Gilberto Silva, Ramires e Elano; Kaká; Robinho e Luis Fabiano. Desses, passam por grande fase só os interistas e Michel Bastos. Marcelo e Ramires vão bem, mas já estiveram melhor. Kaká e Luis Fabiano alternam contusões. Robinho joga muito contra o ZCFC. Nos jogos que contam, cai sem parar.

Nessas condições, ignorar um jogador temido, que está jogando com sangue nos olhos, ávido pela última chance de jogar uma Copa como protagonista e sabidamente talentoso é uma atitude sensata? E quem vai decidir o jogo quando for preciso um lance de craque? vale a pena confiar no estado físico de Kaká e Luis Fabiano?

A posição de Dunga não me é totalmente antipática. Acho que se vence torneios importantes com um grupo, não com um jogador. Para prescindir disso, é preciso que esse jogador seja mítico. O Ronaldinho atual não é mítico, mas esse grupo está num estado de forma perigoso. Uma Copa do Mundo se vence com um time completo, é verdade, mas times bons há vários. Craques capazes de desequilibrar não podem ser dispensados, desde que se adaptem ao jogo coletivo. Ronaldinho está fazendo isso no Milan, ainda que num Milan menor, numa liga que atravessa um momento de decadência e num momento no qual as definições já foram feitas. Sem o Gaúcho, Dunga terá vida dura caso não seja campeão.

Cassiano Gobbet
Cassiano Gobbet é jornalista, formado pela Universidade de São Paulo e mestre em jornalismo digital pela Bournemouth University.

30 Comments

  1. Creio que o Adriano esteja com problemas bem mais sérios que pura irresponsabilidade. Problemas de saúde. O tempo dirá. abs

  2. Essa discussão do Ronaldinho é muito boa. Eu não levaria apesar do talento extraordina´rio que ele tem. Hoje em dia nesse futebol em que jogadores ficam milionários do dia pra noite mais importante que o talento é o comprometimento do atleta com a sua equipe e nisso o Gaúcho já tá devendo a 3 anos. Pior que ele só o Adriano que não tá nem aí pra nada e os 2 podem vir a rachar um grupo que se não tem tanta qualidade como nos anos 90 pelo menos está muito unido e a fim de ganhar.

  3. Não o vejo jogando o suficiente para a Seleção. Acho que depois de ir para a Europa, sem aburguesou e acomodou. abs

  4. Rsrs… Essa do alívio foi boa.
    Agora, desconfio que depois da boa atuação de Kléberson, Dunga encontrou a desculpa para pagar a dívida por ele ter se lesionado atuando pelo Brasil e levá-lo à Copa. Lamentável…
    Abs

  5. Cassiano,
    A convocação do outro post é a que Dunga deverá levar e não a que eu levaria. Meus 23 seriam:
    Goleiros: Júlio César, Victor e Diego Alves.
    Zagueiros: Lúcio, Juan, Luisão e Thiago Silva.
    Laterais: Maicon, D. Alves, M.Bastos e Marcelo.
    Volantes: Gilberto Silva, Felipe Melo e Thiago Motta.
    Meias: Elano, Kaká, Ramires e Ganso
    Atacantes: L.Fabiano, Robinho, Nilmar, Neymar e Pato (Grafite).

  6. Tudo bem, Edivan.
    Mas, pelo que li nos comentários abaixo, ninguém disse que Ronaldinho nunca jogou nada pela Seleção e sim que ele nunca (ou quase nunca) jogou como craque. Particularmente, parto desse ponto para montar meu raciocínio: Se ele (quase) nunca atuou como craque quando estava no auge, por que atuaria agora que está a meio pau? Como também escreveram abaixo, jogadores normais o Brasil já tem aos montes, com a vantagem que marcam mais.
    Abs

  7. Queria me desculpar pelas palavras utilizadas, mas falar que o Gaúcho nunca jogou nada pela seleção e que a partida que fez contra a Inglaterra foi a única que foi bem, não é verdade, ele fez várias partidas acima da média, na final da Copa de 2002, por exemplo, foi muito bem, concordo que não foi o que esperávamos, mas dizer que nunca jogou nada é forçar a barra. Abçs.

  8. Não, o Ronaldo é mais lento hoje do que foi no Barça. Na Itália a velocidade conta menos pela cadência do jogo. Na LC, fica nítido que ele não tem a passada de antes. Mesmo assim, é melhor do que as alternativas. abs

  9. Edivan, apesar de não discordar do que vc quer dizer, o formato é inaceitável. Não acredito que ninguém aqui seja palhaço. E creio que, por mais que vc goste do Ronaldo, nem vc. Por favor, repense seu modo de externar suas opiniões. O Neymar está fadado a ficar milionário. A se tornar um grande jogador, não sei. abs

  10. Kléberson, Josué, Adriano, Gilberto e Gilberto Silva, no meu modo de ver, não têm espaço em nenhum clube médio-grande europeu. Vários deles, nem num médio. O Felipe Melo é bom, mas tá numa fase péssima. Péssima. E não, com R10, os contra-ataques não precisam ficar mais lentos. É só uma questão de posicionamento. E o verbo no futuro é desnecessário. abs

  11. Edivan,
    Essa história de “gente que não entende nada de futebol” é a maneira mais triste de se tentar desqualificar uma opinião diferente.
    Me lembro bem desse post do Mauro, respeito a posição de quem acredita em Ronaldinho – até porque ele é um dos melhores que vi jogar – mas repito: partida de craque, craque mesmo, ele só fez contra a Inglaterra. Brilhou aqui e ali, mas nunca assumiu a Seleção como deveria. Algo que eu lamento, pois ninguém torceu e o defendeu das críticas mais do que eu. Até que percebi que era o próprio gaúcho que não parecia imbuído da intenção de mudar sua história com a camisa verde-amarela.
    Abs

  12. Queria lembrar que se o Gaúcho não joga a bola que pode jogar e que já jogou pelo Barça, é preciso lembrar que a diferença que tinha entre o Milan e a Inter no campeonato Italiano desta temporada, foi tirada pelo Gaúcho decidindo na quarta e no Domingo, ou seja, carregou esse fraco time do Milan nas costas.

  13. Sinceramente essa história que o Gaúcho “não joga nada pela seleção” e que “só jogou bem contra a Inglaterra em 2002”, é uma palhaçada de quem não entende de Futebol, para estes, peço que leiam a seguinte matéria do Mauro.
    http://espnbrasil.terra.com.br/maurocezarpereira/post/106305_ARGUMENTOS+CONTRA+RONALDINHO+SAO+PIFIOS+FATOS+E+IMAGENS+OS+DESMENTEM

    Sobre o post levaria o Gaúcho, Ganso e Neymar, apesar de concordar que o Neymar se acha Deus e que está rumo a se tornar um novo Robinho. Abçs.

  14. Primeiro, só corrigindo o que escrevi no comentário anterior, quis dizer que, com R10 entre os titulares, os contra-ataques – a melhor arma ofensiva do Brasil – se tornaRÃO mais lentos. Verbo no futuro.

    O grupo que eu levaria baseado no que Dunga já testou:
    Goleiros: Júlio César, Gomes e Victor. Mas acho que Doni, infelizmente, vai.
    Zagueiros: Lúcio, Juan, Luisão e Thiago Silva. Aqui só mexeria em caso de lesão.
    Laterais: Maicon, D. Alves, M.Bastos e Gilberto. Marcelo deveria ir.
    Volantes: Gilberto Silva, Felipe Melo, Josué (prefiro T. Motta) e Kléberson. O rubro-negro dá uma deixa enorme para Dunga substituí-lo.
    Meias: Elano, Kaká, J.Baptista e Ramires. Como o benfiquista também pode ser volante, Ganso ou Ronaldinho podem sonhar.
    Atacantes: L.Fabiano, Robinho, Nilmar e Adriano. Na lista de sobreaviso estão Grafite, Tardelli, Neymar e Pato.

  15. Tomando como base as ultimas convocações do Dunga, eu levaria o Ganso no lugar do Kleberson e o Ronaldinho no lugar do Adriano. O Ganso porque o Brasil não tem um meia canhoto no elenco e a fase dele é boa, vale como opção. E Ronaldinho porque falta jogador diferenciado no grupo.

  16. Michel, e quais as opções? Diego Souza? Alex (qualquer um deles)? Elano? Júlio Baptista? Eu tb acho que ele não se compara ao que foi, mas o BRasil não tem um cara que tenha ‘flair’ além do Kaká. Entre Neymar, Ganso e Ronaldinho, não tem comparação (por mais que eu ache que o Ganso tem tudo para ser herdeiro do Kaká). De qualquer forma, respeito quem não ache e não levá-lo não será um crime. Será um risco para o Dunga. Seria um crime se ele estivesse jogando o que jogava há cinco anos – sem pausas. Abs

  17. Sinceramente, pessoal, não vejo como esse Ronaldinho atual pode contribuir com a Seleção. Ele está lento, pouco móvel e seu repertório quase que se resume a lançamentos e viradas de jogo. Formar um ataque com ele é certeza que os contra-ataques – a melhor arma ofensiva do Brasil – se tornaram mais lentos.
    Enquanto isso, Robinho foi o melhor nome de Dunga nesses quatro anos. Tudo bem que não está em grande forma, mas, como disse Dorival jr., trata-se muito mais de manter os treinamentos de velocidade e potência do que uma questão técnica.

    Abraços a todos.

  18. MIchel, ele está carregando o time do Milan. O Ronaldinho não joga o que ja jogou, mas está num time lento, que não tem um outro jogador para dar ambiente aos seus passes (quando o Pato joga a coisa muda de figura) e no qual é o único a ser marcado. Com Kaká e L. Fabiano a meio pau, os craques estão todos na defesa: J. cesar, maicon, D. Alves. Nosso meio-campo é só de esforçados. Robinho não merece comentários e Adriano tá com 100 kg. Precisa dizer mais? abs e obrigado pelas palavras

  19. aquela comemoração do gol contra a Fiorentina vai exatamente de encontro ao titulo do post… no elenco que o Brasil vai levar a Copa, chega a ser imoral deixá-lo de fora.

  20. nao vejo o ronaldinho desequilibrando em nada no milan. pra mim esse cara so tem hype, nada mais. se tivesse levado a copa de 2006 a serio talvez estaria no time agora. ele ta sendo punido pelo desdem que tratou a selecao na copa passada. tem mais eh que se f….! to com o dunga e nao abro!

  21. Aí é que tá, CRG90. O Dunga acha que com o Júlio César tapando o gol e o “guerreiro” Lúcio vibrando até em furada de bola basta pra segurar o 0x0 e apostar num lance de sorte do Robinho. Uma hora a sorte dele acaba.

  22. Eu costumo questionar esse papo de que o Ronaldinho só fez uma grande partida pela seleção – contra Inglaterra em 2002. De fato ele não teve nenhuma outra atuação naquele nível, mas não porque ele tenha ido mal no resto e sim porque aquela foi uma atuação absurda, muito difícil de repetir. Das que eu vi, é Top 3 de atuações individuais de jogador na seleção, junto com Romário vs Uruguai em 93 e Rivaldo vs Dinamarca em 98.

    Eu acho que o Ronaldinho jogou em bom nível na seleção de 99 a 05, não como no Barça, mas isso é normal, Messi, Rooney e CR não jogam nas seleções a mesma bola que jogam nos clubes, por uma série de fatores.

    Sobre levar pra Copa, eu levaria sim. Tem muito jogador “taticamente importante” nesse grupo do Dunga, um cara diferenciado entre os 23 não seria demais.

  23. (escrevi um post enorme, mas deu erro, então vai condensado mesmo)

    Falta arranque ao gaúcho, tem a técnica brilhante de sempre, mas engata a segunda quando no braça engatava a quinta, claro, ainda é decisivo( o De Silvestri foi dormir de cabeça cheia sábado, levou até caneta), mas tá MUITO longe de ser o mesmo.

  24. Vi o jogo contra a Fiorentina, o De Silvestri deve ter dormido muito mal sábado, tomou até caneta…

    Mas ainda falta arranque ao Ronaldinho, talento ele tem, demais, mas como o Tostão disse(se não me engano), fica muito preso naquela faixinha do campo, sua área se limita ali, não tem mais o vigor físico e a movimentação, fora que o Huntelaar com toda a sua limitação(nem tanta, ele jogou direitinho), voltava e fechava o setor direito ao menos, na esquerda, Seedorf e Pirlo tinham de se desdobrar para cobri-lo.

    Acho que se for convocado tem de passar por um recondicionamento físico, fizeram algo parecido com o Ronaldo em 2002(com propósitos diferentes), ai sim, ia virar um adversário assustador.

  25. Gosto do seu jeito de ver futebol, Cassiano, apesar de já ter discordado de você algumas vezes. E esta é uma delas.
    Apesar do bom jogo de sábado (com direito a gol em pênalti à brasileira), Ronaldinho está longe de seu melhor momento. Bem, você pode argumentar que com 50% de sua forma o gaúcho é dez vezes melhor que o Júlio Baptista, por exemplo. Sim, é verdade. Mas é aí que entra o meu raciocínio. Se Ronaldinho se omitiu na Seleção estando 100% (sobretudo antes de 2006) por que diabos ele vai jogar bem agora quando claramente se encaminha para o ocaso de sua carreira?
    Na boa, pra mim R10 só fez uma partida de craque com a camisa amarela: No 2×1 contra a Inglaterra em 2002. E mesmo assim foi expulso infantilmente.
    Não dá mais pra ele.

    Grande abraço.

Comments are closed.

Top