Flamengo e Galo…

… farão um clássico das antigas no final de semana que vem. O perdedor estará fora da corrida pelo título, definitivamente. O Atlético é mais time. Tardelli e Eder Luiz fazem uma dupla de ataque mais encaixada do que Zé Roberto e Adriano. Aliás, Zé Roberto é uma pena. Tem talento para jogar até na Seleção, mas uma displicência de reserva do Goytacaz. Além de Tardelli e Éder, o Galo também não depende de um único jogador de 37 anos na armação. É um time. Celso Roth merece mais crédito do que se dá para ele. E que o clube não o mande embora caso o Galo vá mal no fabuloso Campeonato Mineiro de 2010. Em Roth jaz a chave de uma candidatura séria ao título do Brasileirão do ano que vem.

Anteriores

As chances de cada um – sem oba oba

Próximo

Merece cair sim

1 Comment

  1. Até que o Zé Roberto melhorou bastante. Entrou em forma, está motivado e nas últimas partidas foi um dos melhores do time. Tudo isso, fruto de uma conversa ao pé do ouvido do Andrade e, claro, da vontade de permanecer na Gávea em 2010.

Os comentários estão desativados.

Desenvolvido em WordPress & Tema por Anders Norén

Top