Gancho para Paulo Sousa

Nos pequenos detalhes é que se percebem o abismo que existe entre os principais campeonatos do mundo e o nosso Brasileiro. Paulo Sousa, o bom meia defensivo português da equipe da Internazionale, tomou dois amarelos na rodada passada, contra o Bari e foi expulso. Sousa disse impropérios para o árbitro Farina (o mesmo que denunciou a tentativa de suborno do Empoli na rodada anterior). O que acontece com o jogador ? Só por isso, dois jogos fora, e diga-se de passagem, de fora do clássico de Milão, contra o Milan.

Os outros jogadores que foram julgados pegaram todos apenas uma partida de suspensão. São eles: Berretta e De Patre (Cagliari), Cannavaro (Parma), Fernando Couto (Lazio), Giannichedda (Udinese), Montero (Juventus), Sakic (Sampdoria) e Torricelli (Fiorentina).

Bombardeio em Salerno

Contra o time croata do Hadjuk Split, a torcida da Fiorentina aprontou em seu estádio, o Artemio Franchi, e foi penalizada em US$ 20 mil, mais a perda de um mando de jogo. Nessa rodada então, foi jogar em Salerno, na região da Campania, a mais de 300 km de Firenze. Quando vencia por 2 X 1, uma bomba foi jogada contra um árbitro reserva, ferindo seu joelho, e também atingido o belga – brasileiro Oliveira. O jogo foi interrompido, e na Segunda feira, dia 9 / 11 a UEFA  deve julgar o caso. Escrevo este excerto no dia 4, mas poderia apostar que a Fiorentina está em maus lençóis. Sob este aspecto (e por muitos outros), os órgãos julgadores  europeus são severíssimos.

A Roma ganha um priminho

Franco Sensi, presidente da Roma, comprou ações do time do Foggia por cerca de US$ 3 milhões, que lhe garantem a direção do clube. Espera-se que agora o pequeno Foggia passe a ser um ‘satélite’ do time da capital. Como a lei impede que Sensi seja presidente de dois clubes simultaneamente, o prefeito de Foggia assume o clube, segundo a vontade do novo dono.

Copas Européias

Nas Copas Européias, um bom retrospecto dos times italianos. Na Champions League, talvez o pior deles. A Juve empatou em casa com o Athletic Bilbao, e pôs em risco a sua seqüência na Liga. Já a Internazionale, arrancou um ótimo empate em 1 x 1 com o Spartak Moscou, em Moscou. Diga – se de passagem que a Inter jogou muito mal, aumentando as chances de Gigi Simone ser ejetado.

Pela Copa UEFA ,o Bologna, a Roma e o Parma garantiram suas vagas. Só um comentário: o Real Betis comemorou o fato de ter pego o Bologna na próxima fase. Só que o Bologna tem muito mais time do que o Betis, e acho que os espanhóis se arrependerão

Na Recopa, a Lazio bateu o Partizan Belgrado por 3 x 2 fora de casa, e também seguiu adiante. Ótimo desempenho até agora. Apenas a Udinese, dentre todos os italianos, foi eliminada das Copas Européias.

A Rodada

Milan 2 X 2 Internazionale

O clássico mais tradicional da Itália. 80.000 espectadores lotaram o Giuseppe Meazza, e esperavam um jogo nervoso. Até foi, mas o que certamente marcou este jogo foi o excelente futebol, o melhor apresentado pelos dois times nessa temporada. A Inter saiu do seu joguinho nhénhénhé, e foi um perigoso adversário. Ronaldo, seguido de perto por Costacurta abriu o placar para a Internazionale, e o Milan parecia incomodado com a surpresa de Simone, que pôs Simeone de líbero, escoltando Weah pelo campo todo, deixando Bierhoff sem munição. Para piorar a situação milanista, a ausência de Ba na esquerda, que empobreciam o ataque. Mas quando Bierhoff e Weah inverteram posições, o tedesco assistiu o liberiano para empatar o jogo. No segundo tempo, Moriero e Albertini (pênalti) definiram o placar. Um jogo de xadrez entre Zaccheroni e Simoni, e um ótimo jogo para a torcida.

Udinese 2 X 2 Juventus

Desfalques importantes marcaram a partida entre os dois alvinegros da série A italiana. Enquanto o time da casa não tinha Giannicheda, excelente meiocampista, a Juve sentia a falta de Davids, Pessotto, Fonseca e Amoruso. Para compensar, a ótima notícia da volta de Ciro Ferrara, excelente defensor que quebrou a perna no começo do ano. Apesar de toda a marcação que se exercia pelos dois times no meio – campo, o jogo foi bem movimentado, com a Udinese um pouco mais voluntariosa do que a Juve. Após uma defesa prodigiosa de Peruzzi (e outra de Antonioli), a Juve saiu na frente com um gol de cabeça de Zidane, que na comemoração tomou um tombo hilário. No segundo tempo, a Juve aumentou com um gol meio sem querer de Inzaghi. Aí a Udinese se lançou à frente, e diminuiu com Bachini, e  depois empatou com o avante Sosa, que tinha entrado pouco antes, aos 42’. Pode – se falar que não, mas é impressionante como os árbitros invariavelmente erram a favor do time Torinese. Antes do gol de Bachini, o juiznão deu um pênalti claro de Birindelli sobre Amoroso.

Bari 1 X 1 Parma

Não vai ser campeão, mas o Bari certamente não cai neste ano. Sem estrelas, o time tem sido sempre um adversário à altura aos grandes do campeonato. Desta vez, o poderoso Parma foi à Bari achando que ia se fazer. Fuser acabou marcando aos 46’ do primeiro tempo, dando a impressão de que seria mais fácil na segunda etapa. Mas Masinga, sempre ele, empatou e fez um magnífico resultado para uma esquadra que quase não gastou nada para se reforçar. Sobre o Parma: não se iludam, pois o time deve se enquadrar mais cedo ou mais tarde.

Lazio 4 X 1 Empoli

Presa fácil para a Lazio no Olímpico. O Empoli veio para se segurar um empate, mas dois gols do defensor laziale Paolo Negro obrigaram o time toscano a abrir a porteira. O total domínio dos donos da casa foi reflexo da superioridade técnica de seu elenco. Contudo, a falta de um matador (Boksic e Vieri seguem machucados) ainda é o maior problema.

Perugia  3 X 1 Vicenza

Em casa quem perde cai. Seguindo esta regra, o time da cidade entre – muros meteu ferro no Vicenza, faturando três pontos, e afirmando a dificuldade deste campeonato. Atenção em três jogadores neste time do Perugia: Nakata, Rapajic e o nosso Zé Maria, que já é titular. O Vicenza, na minha modesta opinião não cai, mas vai ser bem por pouco.

Fiorentina 4 X 1 Venezia

Batistuta firme na lista dos “capocannoniere” do certame. O argentino fez dois, e ainda deixou de bater um pênalti, por ordem do treinador Trappatoni. Até o beque meia bomba Padalino fez o seu (é verdade que depois cometeu um penal, mas no caso dele, tá valendo). O  resultado valeu a liderança para o time de Firenze, que contra os grandes tem ido mal, mas ainda é o mais regular. Milagre: até Edmundo não tem criado caso.

Bologna 1 X 1 Roma

Um ótimo resultado para o Bologna que vem mostrando mesmo que pode brigar por uma vaga na Copa UEFA. Restabelecidas as ausências que atrapalharam o início da temporada, o Bologna já não perde há três rodadas, e desta vez enfrentou a forte Roma. Os visitantes saíram na frente com um gol do Brasileiro Paulo Sérgio, e o time da casa empatou com um gol de Beppe Signori, que busca a sua ressureição no futebol italiano.

Cagliari 3 X 2 Piacenza

Um jogaço, disputadíssimo, em clima de final de campeonato. Pode ser até mesmo que no final, seja nisto que os pontos deste jogo resultem. O time da ilha da Sardenha é impiedoso dentro de casa, mas o pequeno Piacenza ousou tentar se dar bem. O herói do jogo foi Muzzi, com dois gols, e o destaque foi mais uma vez Simone Inzaghi, que tem se mostrado tão regular e bom quanto o seu irmão mais velho. Jogaço!

Sampdoria 1 X 0 Salernitana

A Sampdoria sabe de suas limitações, e segue na competição com o primeiro objetivo de não cair,  se der tentar abocanhar uma vaguinha nas Copas Européias. Recebeu a Salernitana, e fez um modesto 1 x 0, gol de Ortega. Não que seja tarefa fácil, mas mostra as verdadeiras ambições do time.