A Alemanha enfrentou a França pelas quartas de final do Mundial 2014 e obteve uma vitória pragmática por 1×0. O time de Joachim Löw porém mostrou uma postura regular e confiável.

O Nationalelf se dispôs em 4-2-3-1 com Philip Lahm de volta a lateral direita, completando a linha dos defensores com Boateng, Hummels e Höewedes, o que concedeu melhor segurança defensiva. Lahm começou a copa na cabeça de área da forma como Pep Guardiola andou escalando-o durante a última temporada do FC Bayern. Algo compreensível devido a perda de velocidade do lateral, já com 30 anos.

Ler mais