Rapidamente, falando sobre as duas apresentações da semana que mais chamam a atenção: Luis Fabiano e Adriano. As comparações cessam aí, no alcance mediático: o primeiro tem uma carreira consistente na Europa, onde era titular de um time importante do continente e tido como um profissional de quem a torcida gostava. Mas importante que isso, é um jogador que poderia ter ido atuar em grandes equipes do futebol europeu, que foi titular na Copa passada. Ao contrário de Adriano, Ronaldinho Gaúcho, Roger, Carlos Alberto, Roberto Carlos entre outros, Luis Fabiano volta ao Brasil ainda como atleta de ponta, podendo dar ao São Paulo (dependendo de sua condição física) um futebol equivalente ao das maiores ligas do mundo.

Ler mais