O megamilionário time do Manchester City sofre com o excesso de lesões por causa do regime de treinos adotado pelo seu treinador Roberto Mancini. Essa é a acusação de um de seus ex-assistentes, Raymond Verheijen. O holandês afirmou em entrevista que Mancini usa treinamentos muito intensos e que custam ao clube milhões de libras ao lesionar atletas à toa. Verheijen é um respeitado preparador físico com passagens por Barcelona, Zenit St. Petersburgo e seleções nacionais como Rússia e Holanda. O argentino Carlos Tévez e o galês Craig Bellamy já tinham criticado Mancini antes. “Verheijen critica os métodos do treinador porque paramos de usar seus serviços aqui”, afirmou o clube em nota oficial.

PS: esta nota foi publicada no diário Lance! em 25/09.