Atlético de Madrid: da planilha para o campo (pés no chão – parte II).

O planejamento das contratações para a temporada 2014/2015 feito pelo Atlético de Madrid beirou a perfeição. O clube fechou o caixa com algo além daquilo que o vice-campeonato da CL e a vitória na liga espanhola, lhe rendeu em premiações. O time colchonero vendeu ao Chelsea seus principais destaques Diego Costa (atacante) e Filipe Luís (lat.esquerdo), respectivamente a 38 e 20 milhões de Euros. Um total de quase 60 milhões de Euros. Continue lendo “Atlético de Madrid: da planilha para o campo (pés no chão – parte II).”

Mercado da Itália em janeiro – Parte III

Genoa

Frenético no mercado, o time lígure deve apostar em Paloschi para o comando de um ataque que n ao consegue amedrontar. O retorno de Konko é excelente. No Genoa, o francês era um dos melhores externos de meio-campo da Itália, antes de ir substituir Daniel Alves no Sevilla – e fracassar. Floro Flores é um homemd e referência, mas não sei até onde pode agregar em termos de crescimento. Boselli, idem. Continue lendo “Mercado da Itália em janeiro – Parte III”