Uma banana

A vida das pessoas de uma maneira geral, é um grande viveiro de frustrações. A grande maioria delas irrita-se, cria casos, entra em polêmicas vazias, para conseguir chamar a atenção. Doutra feita, teria de se limitar à sua triste existência, sem atenção nenhuma (que, normalmente, não tinha nem dos próprios pais), sabendo estar caminhando rumo à morte numa imensa estrada vazia. Esse tipo de gente está em todo lugar. Alguns são empregadores que maltratam funcionários, outros são policiais que abusam de violência e, entre outros, há também os anônimos que jogam bananas em campos de amistosos entre seleções. Desses últimos, eu sei que você ouviu muito falar no Brasil, esse país tolerante, depois de domingo. Mas certamente você não ouve as mesmas críticas aos idiotas que vão ao estádio perseguir jogadores supostamente homossexuais. Continue lendo “Uma banana”

Humor contra o racismo

Na semana retrasada, os torcedores do Lokomotiv Moscou fizeram um protesto racista contra o atacantePeter Odemwingie, que deixou o clube e foi para o West Brom após ter brigado com a torcida. Eles usaram uma faixa racista que se auto-explica:

Ela foi feita porque o West Bromwich tinha acabado de comprar o atacante nigeriano.

Neste final de semana, os torcedores do West Brom darão a resposta de uma maneira espetacularmente legal para os babacas racistas da Rússia. Eis a versão digital da faixa:

Que bom seria se todas as torcidas tivessem esse tutano…