Nos descontos!

Na hora ‘H”, a Juventus buscou seu caráter no fundo do saco e o encontrou. Com o capitão Del Piero decisivo mais uma vez, o time de Fabio Capello não jogou uma partida brilhante, mas não deu chances para o Parma. A vitória desenhada no Delle Alpi foi praticamente uma hipoteca no 28o ‘scudetto’, que se não for para Turim, vai marcar o time de via Galileo Ferraris para sempre. Continue lendo “Nos descontos!”

Bola de Ouro

Deu a lógica. O atacante ucraniano Andriy Shevchenko venceu o prêmio “Ballon D’Or”, a “Bola de Ouro”, oferecida pela revista francesa “France Football” para o melhor jogador do ano em atividade na Europa. À parte as risíveis críticas sobre se o prêmio é ou não é democrático (por não levar em conta os atletas jogando na América do Sul), o ucraniano fatura a homenagem com uma justiça incontestável. Continue lendo “Bola de Ouro”