Céu de brigadeiro

“Não há mal que sempre dure nem bem que nunca se acabe”. A prova de que o dito popular é verdadeiro é a temporada deste ano da Internazionale. Depois de anos e anos de temporadas ridículas (entremeadas com uma ou outra lufada de esperança), o clube ‘nerazzurro’ sempre sofria para não se afogar. Hoje, viaja a força total. Continue lendo “Céu de brigadeiro”

Amor vagabundo

Quando Ronaldo se contundiu em 1999, já era um ídolo na Internazionale. Vale lembrar que antes do dantesco episódio na final da Copa Itália de 1999/2000, Ronaldo já tinha sofrido outra contusão no joelho numa partida contra o Bari. Em resumo, depois que voltou da Copa de 1998, passou praticamente todo seu tempo em Appiano Gentile fazendo fisioterapia. E recebendo seu salário religiosamente. Continue lendo “Amor vagabundo”