PSG: janela de transferências encerrada com Keylor, Icardi e…Neymar!

A última segunda-feira 02 de setembro trouxe fechamento da janela de transferências para os clubes franceses. O PSG acabou atraindo maiores atenções no último dia de transferências com a esperada chegada do goleiro Keylor Navas, a contratação surpreendente de Mauro Icardi e a permanência de Neymar. Continue lendo “PSG: janela de transferências encerrada com Keylor, Icardi e…Neymar!”

Milan: Europa League com sabor de Paulistão

http://gty.im/899135120

Era para ser um retorno à glória, mas foi mais um ano da Turma do Didi no comando do segundo clube com  mais titulos europeus. Uma campanha de contratações milionária flopou como poucas vezes se viu na elite do futebol europeu. Neste ano, o Milan não tenta só jogar bola – precisa também desinfetar a presença do fantasma de Silvio Berlusconi. Não espere um futebol cintilante do Milan nos próximos 12 meses. Se o ícone milanista e treinador, Gennaro Gattuso, organizar um time da primeira à última rodada, por mais simples que ele seja, já estará de bom tamanho. Depois de um ano tão confuso, a vaga na Europa league tem sabor de torneio de várzea como um Paulistão requentado. Continue lendo “Milan: Europa League com sabor de Paulistão”

Gasp, fracasso com hora marcada

Não há muito a se dizer sobre a demissão de Giampiero Gasperini que já não tivesse sido dito exaustivamente. Sua contratação não foi um erro – trata-se de um treinador competente e com um estilo ofensivo – mas todo o resto foi. Gasp foi anunciado no meio do mercado, em função da indecisão de Moratti e Leonardo, manteve um elenco com muitos jogadores velhos (9 de 19 jogadores têm mais de 30 anos) e claramente incompatível com o 3-4-3 extremamente físico que o técnico desejava. As quatro derrotas seguidas foram um exagero, claro, mas também demonstraram um claro veto dos senadores interistas ao módulo e ao profissional Gasperini. Continue lendo “Gasp, fracasso com hora marcada”

Europa traumática

Já são três as vítimas italianas na temporada europeia. Praticamente a Itália perdeu tudo o que podia perder na fase eliminatória das Copas Europeias, ressalva feita a uma Lazio que aparenta ter mais apetite do que esperava e que pode ter em Djibril Cissé (um farsante de longa data cuja eterna promessa jamais vingou) uma contratação válida. Continue lendo “Europa traumática”

E falando da Inter…

Num comentário de um conhecido jornalista italiano, famoso pela sua fé juventina, vi nesta semana uma observação ferina e passional, mas não totalmente. “É tornata la pazza Inter” (“A Inter tonta está de volta”). O verão foi cruel com os campeões europeus da temporada retrasada. Depois de toda a confusão na sucessão de Leonardo (que, diga-se, não foi somente culpa do clube mas sim do comportamento inseguro e errático do brasileiro), a Inter faz um bom negócio ao vender o trintão Eto’o, mas perde seu segundo melhor jogador sem ter uma reposição à altura nas mãos. E isso não é tudo. Continue lendo “E falando da Inter…”

Futuro de Ganso é mais róseo com champanhe que com pizza

Ganso voltou a ter seu nome entremeado às negociações de mercado. Natural. Depois de meses de inatividade, ninguém haveria de colocar cegamente dinheiro num jogador, nem que ele tivesse o talento de Pelé. A proximidade com o Milan “revelada” pela Gazzetta é notícia plantada por agentes e mesmo sabendo da seriedade do jornal e do repórter Dario Paolillo, ambos foram usados pelas fontes ligadas ao grupo que quer negociar o atleta. Ganso não está, hoje, mas perto do Milan do que estava antes de sua última lesão. O Milan quer comprar e se dispõe a pagar €30milhões. Para sair por este preço, o jogador terá de peitar o Santos e eventualmente até romper com o clube e ir para outro time brasileiro (papel ao qual o Corinthians andressanchista já se disse disposto). Daí, terá de enfrentar a ira da torcida. Mas há uma alternativa mais interessante a oeste da Itália. Continue lendo “Futuro de Ganso é mais róseo com champanhe que com pizza”