A derrota do século

O apito triplo do árbitro espanhol Mejuto Gonzalez no final da Liga dos Campeões, estava se encerrando uma tragédia italiana com tons operísticos. Jamais um time tinha reagido depois de tomar três gols seguidos. Depois, vieram os pênaltis, mas o Milan já estava derrotado. A avalanche moral de um Liverpool determinado até a medula já tinha varrido os italianos do mapa. Continue lendo “A derrota do século”

Mão na taça

Indiscutível. Esse é o termo que qualifica a histórica vitória da Juventus no Giuseppe Meazza. A Juve não batia o Milan na Lombardia desde 1997, 6 a 1, que definiu a aposentadoria do lendário Franco Baresi. O sucesso ‘bianconero’ não deifiniu o campeonato, mas deixou a equipe de Capello com uma vantagem que raramente desperdiça. Continue lendo “Mão na taça”

Nos descontos!

Na hora ‘H”, a Juventus buscou seu caráter no fundo do saco e o encontrou. Com o capitão Del Piero decisivo mais uma vez, o time de Fabio Capello não jogou uma partida brilhante, mas não deu chances para o Parma. A vitória desenhada no Delle Alpi foi praticamente uma hipoteca no 28o ‘scudetto’, que se não for para Turim, vai marcar o time de via Galileo Ferraris para sempre. Continue lendo “Nos descontos!”