Notas de mercado da Itália

A Fiorentina presta atenção em Montolivo, provável grande negociação no verão europeu, mas não só. Frey e Mutu são dois medalhões que estão de saída. Mutu, por causa de um passado conturbado e Frey por causa da descoberta de Boruc  e da aposta em Neto. Mas principalmente do salário dos dois – €8 milhões, somados. O clube pretende manter somente Jovetic entre os superpagos e apostar em jovens promessas e jogadores que cheguem a custo zero. Emanuelson, se triocar Milão por Florença, se encaixa na lista. Continue lendo “Notas de mercado da Itália”

Rodada italiana em vermelho e preto…e branco

O título italiano foi pintado de vermelho e preto pela Udinese no fim de semana. Udinese essa que confirmou-se como o melhor time do campeonato, no que diz respeito à preparação tática e compreensão do jogo. A partida gloriosa em Napoli sem Di Natale e Sanchez foi uma aula de Francesco Guidolin. Milan, Udinese e Lazio os grandes vencedores do fim de semana; Napoli, Inter e Roma, os perdedores.
Continue lendo “Rodada italiana em vermelho e preto…e branco”

Udinese, suor e talento adequados sem gastança

Treinadores fazem diferença nos times. Não resta dúvida. O difícil é descobrir quando a melhora de rendimento vem por causa da coesão do time, força de vontade ou pelo dedo do técnico. Não é muito freqüente que as evoluções aconteçam por conta do treinador mas em alguns casos elas acontecem – mesmo quando ele não mexe no esquema profundamente. Continue lendo “Udinese, suor e talento adequados sem gastança”

Que Juve!

A queda de produção da Inter depois da eliminação na Liga dos Campeões é conhecida e era até esperada. A competição continental era o verdadeiro objetivo ‘nerazzurro’ na temporada. E o posterior episódio do pedido de demissão de Roberto Mancini (que depois voltou atrás) só serviu para desandar mais a maionese. Continue lendo “Que Juve!”