Leonardo fica na Inter; craques devem chegar

Com a chegada da Inter à final da Copa Itália, a permanência de Leonardo parece certa (especialmente depois do Gattusogate, que fez o técnico parecer uma pobre vítima). O “sucesso” da temporada (um jornalista da Gazzetta conseguiu imaginação para ver na temporada interista uma “mini-tríplice coroa”, formada pela Supercopa Italiana, Mundial de Clubes e Copa Itália) também brecou a ‘re-fundação’ que parecia estar em curso, a ponto de Moratti já ter recusado uma oferta de €50 milhões por Eto’o (0 que é uma decisão insana por qualquer leitura). Continue lendo “Leonardo fica na Inter; craques devem chegar”

Apresentação da temporada – Fiorentina

É verdade: nenhum jogador importante deixou a Fiorentina na janela de transferências. Mesmo assim, o time que agora é comandado por Mihajlovic foi consideravelmente enfraquecido. Perdeu um técnico experiente (Prandelli), um atacante que era importante (Mutu, às voltas com uma condenação do TAS e fez um mercado modesto, onde o único aporte considerável é o regista D’Agostino. Além disso – e pior de tudo – perdeu o cabeludo Stevan Jovetic, maior promessa em atividade no futebol italiano, cuja lesão grave ainda pode deixar marcas. Continue lendo “Apresentação da temporada – Fiorentina”

Vexame Nacional

Sob uma chuva torrencial, o Milan conseguia um empate no Celtic Park que, numa Liga dos Campeões, não estava saindo mal. Dentro de casa, o time escocês é sempre um adversário tinhoso e na Europa, um pontinho fora nunca é ruim. Foi quando o zagueiro Caldwell bateu na bola, especulativamente, em direção ao gol do Milan. Com o terreno molhado, Dida concedeu o rebote e este caiu nos pés do australiano Scott McDonald. Daí não teve jeito: gol do Celtic e frenesi dos ‘Bhoys’. Continue lendo “Vexame Nacional”