Seleção francesa: Deschamps e um labirinto para Messi

Our poetry of broken dreams/
An abattoir of time/
Death and the labyrinth/
Swallowed by earth itself
(At The Gates – “Death and the Labyrinth”)

Após fase de grupos sem atropelos nem imprevistos, a seleção da França vai de encontro à Argentina em partida válida pelas oitavas de final da Copa 2018. O confronto ocorrerá em Kazan (Rússia) neste sábado a partir das 11 horas (horário de Brasília). Continue lendo “Seleção francesa: Deschamps e um labirinto para Messi”

Rússia 2018

Acompanhei a “escolha” da sede de 2018 na sua maior parte por meio dos correspondentes britânicos. Acredito que o país, por todas as razões, era a melhor escolhas – pelos estádios, pela paixão do povo, pela história, etc. Mas deu Rússia. Visivelmente é uma escolha determinada pelos mesmos motivos podres e sórdidos que escolheram África do Sul e Brasil e que tem a marca registrada da gestão Blatter na Fifa, uma enlameada por uma trilha inequívoca de corrupção, negociatas e favores escusos. Continue lendo “Rússia 2018”