Ruína (im)Prevista

Uma derrota nos pênaltis é sempre o que pode acontecer de pior para uma seleção ou time que esteja pensando em trocar de treinador. A menos que se trate de uma derrota que jamais poderia ter vindo, a dúvida paira sobre a decisão e nem partidários nem opositores do técnico encontram um argumento decisivo para fechar a questão. Continue lendo “Ruína (im)Prevista”

A seca

Este parecia ser o ano em que Adriano finalmente iria estourar. Procurada pelos maiores clubes da Europa, a Inter disse ‘não’ e manteve o brasileiro em Milão. Com uma Inter um ano mais entrosada, se esperava que o brasileiro não precisasse ser o único a salvar a pátria interista a cada vez que as coisas não andassem às mil maravilhas. Continue lendo “A seca”

Nos descontos!

Na hora ‘H”, a Juventus buscou seu caráter no fundo do saco e o encontrou. Com o capitão Del Piero decisivo mais uma vez, o time de Fabio Capello não jogou uma partida brilhante, mas não deu chances para o Parma. A vitória desenhada no Delle Alpi foi praticamente uma hipoteca no 28o ‘scudetto’, que se não for para Turim, vai marcar o time de via Galileo Ferraris para sempre. Continue lendo “Nos descontos!”