Ligue 1: PSG de encontro ao líder Monaco

Neste domingo Paris Saint-Germain e Monaco realizam um duelo tradicional, em partida que valerá pela vigésima segunda rodada da Ligue 1 francesa. Os parisienses se encontram na terceira colocação (45 pontos), antevendo uma chance de diminuir a vantagem do líder Monaco (48 pontos).

A presente edição da Ligue 1 tem se mostrado imprevisível, uma vez que o Nice liderou o campeonato durante o primeiro turno, mas agora se vê na vice-liderança (46 pontos). A modesta equipe apostou em “refugos” do futebol europeu como Mario Balotelli e o brasileiro Dante. Seu posto atual revela uma campanha inimaginável.

Paralelamente o Monaco surpreendeu, valendo-se de um trabalho vistoso do pouco conhecido treinador lusitano Leonardo Jardim. O técnico propõe um esquema ofensivo e a equipe do principado contabiliza absurdos 84 gols anotados, se somadas todas as competições que disputa na temporada: Ligue 1 (64 gols), Coupe de France (2 gols), Copa da Liga (9 gols) e Champions League (9 gols).

Dentre as principais ligas europeias, a equipe monagesca detém a melhor média (3,04 gols por partida, 64 gols em 21 jogos da Ligue 1), segundo levantamento da ESPN Brasil. Mais além, Leonardo Jardim reabilitou o atacante colombiano Radamel Falcao Garcia, que por sua vez viveu duas temporadas ruins na Inglaterra, cedido por empréstimo pelo próprio Monaco à Manchester United e Chelsea.

O atacante voltou a ter o protagonismo que tinha antes da lesão que o tirou do Mundial 2014, pois foi preponderante quando atuou por FC Porto e Atlético de Madrid. Falcao Garcia contabiliza 12 gols em 15 partidas da Ligue 1 (18 gols em 22 aparições, no total da temporada).

Nas cordas?

Convivendo com problemas decorrentes dos atos frustrados em seu planejamento para a temporada 2016/2017, o PSG mantém sua “incomoda” terceira colocação da Ligue 1, após quatro anos de hegemonia na Ligue 1. O técnico Unai Emery conviveu com críticas e pressão, mas virou o turno em seu cargo.

Os reforços medíocres Ben Arfa e Jesé Rodríguez não vingaram, mas o alento veio na forma de Julian Draxler, meia alemão contratado tão logo a atual janela de transferências de inverno se abriu. O único porém foi o problema físico que o acometeu, tornando-o dúvida para o confronto deste domingo. Entretanto, Unai Emery afirmou à imprensa que o alemão treinou durante a última semana.

No contraponto a Draxler, o atacante lusitano Gonçalo Guedes foi anunciado, tendo custado cerca de 25 milhões de euros junto ao Benfica. O jogador de 22 anos já foi duramente criticado de forma pública pelo antigo ídolo e ex-atacante francês, Christophe Dugarry.

O site do L’ Equipe destacou mais palavras de Unai Emery, que pregou respeito ao líder Monaco. O treinador espanhol confirmou as ausências de Marco Verratti e Javier Pastore. Ressaltou que Gonçalo Guedes está integrado ao grupo, dando a entender que será relacionado. Vale relembrar que no primeiro turno o PSG foi derrotado por 3×1, no principado.

Já a France Football sublinhou o confronto dos artilheiros sul-americanos, o já citado Falcao Garcia e o uruguaio Edinson Cavani, do PSG. Cavani ostenta 20 gols na Ligue 1, em 19 partidas disputadas. Seus números são superiores aos de Falcao Garcia, com 8 gols a menos pela liga francesa. O uruguaio é o artilheiro de momento, do torneio.

PSG e Monaco entrarão em campo às 18 hr (horário de Brasília) em Paris (França). A ESPN e Sportv anunciaram a transmissão do confronto na tv brasileira.

Sortie de but

– Na quarta colocação, o Lyon (37 pontos) deu um bom alento à sua torcida ao anunciar o holandês Memphis Depay, há poucos dias. O ex-meia-atacante do Manchester United já realizou duas aparições pela equipe.

Depay pode formar um trio promissor com Mathieu Valbuena e o artilheiro Alexandre Lacazette (vice-artilheiro da Ligue 1/18 gols). Isso apesar da derrota por 2×1 para o Lille, no último sábado já pela rodada 22 da Ligue 1.

– Na abertura da rodada 22 na última sexta-feira, o Olympique Marseille não tomou conhecimento do Montpellier, impondo 5×1 no adversário, embalado pela estreia do ídolo francês Patrice Evra, agora jogando pela equipe de Marselha. Evra deixou a italiana Juventus e regressou à França a poucos dias. O OM se encontra neste momento na quinta colocação.

Já contando com os investimentos do americano Frank McCourt, o OM realizou duas ofertas na casa dos 20 milhões de libras ao inglês West Ham, para repatriar Dimitri Payet. A multa rescisória do meia destaque na EURO 2016, estaria fixada em algo em torno de 10 milhões de libras. A imprensa inglesa cogita uma oferta final de 30 milhões até a zero hora do dia 01/02, quando a janela de transferências se fechará.

Imagem de Cavani e Falcao Garcia (a direita): France Football/reprodução