Europa League: Manchester United 4×1 Fenerbahçe – o duelo tático

Nesta quinta-feira o britânico Manchester United venceu o turco Fenerbahçe, pelo placar de 4×1. A partida valeu pela terceira rodada da fase de grupos da Europa League, com a equipe vermelha de Manchester vencendo de forma convincente.

O resultado ajudará a diminuir a pressão imposta pela imprensa, em relação ao treinador red devil José Mourinho. A vitória deu a segunda colocação do grupo A ao United, numericamente empatado com o líder Feyenoord (ambos 6 pontos). O Fenerbahçe que liderava o grupo até o início da rodada, agora se vê em terceiro.

Manchester United

Ao contrário do que previa a imprensa inglesa, José Mourinho privilegiou vários titulares na escalação inicial. O time foi a campo com De Gea, Darmian, Bailly, Smalling e Shaw. Carrick, Pogba, Lingard, Juan Mata e Martial. Rooney. A surpresa foi o ressurgimento de Wayne Rooney no time titular, como atacante de área.

O módulo era o 4-2-3-1, que sim, mostrou estar em pleno funcionamento sobretudo se o espanhol Juan Mata estiver centralizado na linha dos 3 meias ofensivos. Os três primeiros gols dos red devils surgiram, devido às permutas entre os atletas da linha dos 3 meias e Wayne Rooney.

Os dois primeiros gols oriundos de cobranças de pênaltis, se deram graças às movimentações dos atletas de ataque, que originaram os pênaltis. Aos 30 min, Mata se deslocou da linha de 3 meias, se projetando ao ataque para receber uma bola por elevação, assim “cavando” o primeiro pênalti. Paul Pogba cobrou e fez 1×0.

A linha dos 3 meias tinha Lingard/Mata/Martial com Rooney em alternância com cada um deles, dependendo da circunstância. No segundo pênalti, foi Anthony Martial à esquerda da linha dos 3 meias, quem se projetou e sofreu um pênalti inquestionável. O próprio Martial cobrou aos 34 min e fez 2×0.

No lance do terceiro gol a linha tinha Rooney/Mata/Martial e Lingard à frente, na área adversária. Deslocado à direita da linha dos 3 meias, Rooney centrou. Lingard de costas para o gol tocou para trás, onde Pogba surgiu e anotou o terceiro gol em belo tiro de longa distância.

O quarto gol, obtido no início da segunda etapa, surgiu de chute de fora da área de Jesse Lingard, após receber bola de Rooney, desta vez centralizado na linha de 3 meias, em jogada iniciada por Pogba. O United seguiu ostentando menor tempo de posse de bola (45%), criando 8 oportunidades de gol, das quais 5 foram em gol e 4 se converteram em gols. Dados segundo levantamento do The Guardian.

A intempestiva imprensa inglesa vinha questionando a opção de Mourinho por deixar Rooney no banco, incluindo-se a não utilização do camisa 10 como atacante de área. Rooney fez grande partida, demonstrando grande destreza ao atuar tanto centralizado, quando pelos lados, na linha dos 3 meias ofensivos. Os atletas parecem ter assimilado a ideia de jogo do treinador.

Fenerbahçe

O turco Fenerbahçe vem pressionado por torcida e imprensa na Turquia, uma vez que seu principal reforço para a temporada foi veterano treinador holandês Dick Advocaat. O técnico fez trabalhos relevantes na seleção de seu país, além de já ter vencido a Europa League em 2008, comandando o russo Zenit St. Petesburg.

A equipe turca ocupa um modesto nono lugar na tabela da Süper Lig, fato que gera todo o questionamento acerca do trabalho de Advocaat. A liderança do grupo A da EL, até o início da partida era um bom alento.

O time foi a campo Volkan, Sener, Kjaer, Skrtel e Hasan Ali. Neustader, Souza, Topal, Alper, Vokan Sen, Van Persie. O modulo tático era um 4-2-3-1. Os principais atletas do time são o zagueiro eslovaco Martin Skrel (ex-Liverpool), o volante brasileiro Souza (ex-São Paulo) e o antigo ídolo do próprio United, Robin Van Persie.

Em má fase, o time parecia previsivelmente cauteloso diante do United, mais tradicional e dotado de atletas mais tarimbados. Os dois pênaltis contra si entre os 30 e 34 min, intensificaram o déficit psicológico da equipe turca.

O gol de honra surgiu aos 83 min, após Van Persie aproveitar cruzamento de Emenike (que entrou na segunda etapa), pela esquerda. O atacante holandês foi ovacionado pelo Old Trafford.

O Manchester United volta a campo no próximo domingo. Os red devils enfrentarão o Chelsea, pela nona rodada da Premier League.

Imagem de Rooney (a esquerda) e Van Persie: Matt West/BPI