Champions League: semi-finais – volta.

Nesta terça e quarta-feiras acontecem os dois jogos de volta das semi-finais da Champions League 2015/2016. Real Madrid e Manchester City voltam a se enfrentar, agora na Espanha, ao passo que FC Bayern e Atlético de Madrid se defrontarão na Alemanha.

Jogo de terça.

Após a derrota por 1×0 em Madrid (Espanha), o técnico do Bayern Pep Guardiola lidou com duras críticas dos jornalistas, que o responsabilizaram pelo revés. No último sábado, os bávaros poderiam sacramentar o titulo da Bundesliga, caso vencessem o Borussia Mönchengladbach. O jogo terminou empatado em 1×1.

Neste compromisso porém, Guardiola lançou mão de um time misto que continha zagueiros de área de origem, uma vez que Boateng e Benatia surgiram entre os titulares. Na partida de ida contra o Atlético de Madrid, o treinador escalou a dupla Javi Martínez/Alaba, no miolo de zaga, respectivamente volante e lateral.

A mudança de nomes do setor, pode ser uma das possíveis alterações em relação à partida de ida. Por necessitar da vitória, Guardiola também pode alinhar o time com Riberý e Thomas Müller, que entraram apenas no decorrer da partida vencida pelo “Atleti”.

Pelo lado colchonero, o Atlético segue empatado numericamente com o líder Barcelona, na tabela de La Liga. Sua vice-liderança se dá nos critérios de desempate. O time de Diego Simeone, enfrentou o Rayo Vallecano no último sábado, vencendo-o por 1×0.

Cumprindo suspensão, “cholo” Simeone viu o jogo das tribunas. Seu auxiliar Mono Burgos escalou um time misto, onde se viram Lucas Hernández, Gaméz, Kranevitter, Thomas Partey, Óliver Torres, Correa e Vietto entre os titulares. O destaque Griezmann entrou aos 54 min no lugar de Óliver, e fez o gol da vitória.

Para partida na Allianz Arena de Munique (Alemanha), Savić, Filipe Luís, Koke, Augusto, Carrasco, Fernando Torres e o próprio Griezmann devem surgir no alinhamento inicial. O “Atléti” terá a vantagem do empate com ou sem gols. Ao Bayern só a vitória interessa, lembrando que uma vitória bávara por 1×0 leva a partida para a prorrogação.

Jogo de quarta.

No último sábado o Real Madrid venceu a Real Sociedad por 1×0, por La Liga, em ocasião em que o treinador Zinedine Zidane dispôs de time misto, algo que em sua perspectiva tem James Rodríguez como jogador excluído do time principal. James jogou desde o início contra a Real Sociedad, saindo aos 72 min.

Os blancos seguiram sem Cristiano Ronaldo, recuperando-se de problemas musculares e ainda uma incógnita para o confronto de quarta-feira. Acima da incapacidade tática de Zizou vista no confronto de ida contra o Manchester City, CR7 caso jogue, pode ser o único diferencial a favor de uma vitória blanca.

Sem pretensões de título na Premier League, o quarto colocado Manchester City, foi goleado por 4×2 pelo Southampton, neste último domingo. O técnico Manuel Pellegrini dispôs praticamente do time reserva, em formação que incluiu o goleiro Hart e o meia Fernandinho, dentre os considerados “titularíssimos”.

O destaque citzen David Silva a princípio é dúvida, lembrando que o meia-atacante espanhol deixou o campo na primeira etapa do jogo de ida, sentindo lesão muscular. O 0x0 na partida de ida em Manchester realmente deixa tudo em aberto, com a vitória interessando para ambos os lados.

Band, Globo e Esporte Interativo (via TNT) prometem as transmissões de FC Bayern x Atlético de Madrid na terça-feira e Real Madrid x Manchester City, na quarta. As partidas estão marcadas para as 15:45 hr (horário de Brasília).