Atlético de Madrid: fora do alcance.

O fim da trigésima sétima rodada de La Liga apontou um panorama negativo para o Atlético de Madrid. O time colchonero acabou derrotado de virada (2×1) pelo Levante em Valência. A equipe de Madrid ficou estacionada com 85 pontos, agora em terceiro lugar na tabela.

O técnico Diego Simeone poupou Diego Godín, Griezmann e Carrasco (os dois últimos entraram no decorrer), sendo que a equipe saiu na frente com mais um gol relâmpago de Fernando Torres. “El niño” abriu o placar com apenas 1 minuto de partida, após lançamento de Koke.

O Levante no entanto obteve o empate 28 minutos depois com Victor. Os colchoneros tentaram vale-se de sua postura defensiva, alternando em contra-ataques porém inférteis. A virada da equipe de Valência veio em tons dramáticos para o “Atléti”, com o italiano Giuseppe Rossi dando a vitória para os adversários aos 89 min.

Com o time inteiro postado no campo adversário nos últimos minutos, o “Atléti” acabou surpreendido pelo contra-ataque em velocidade do Levante, que culminou no gol de Rossi. Cumprindo a segunda de três partidas suspenso, Simeone viu o jogo das tribunas, e segundo o periódico El País, desceu de onde estava para dizer palavras de ânimo aos seus jogadores, após o fim da partida.

O técnico refutou justificativas pautadas em desgaste físico consequente à disputa da Champions League. Simeone prezou o trabalho do adversário e ressaltou o tabu que não conseguiu superar, uma vez que a última vitória do “Atléti” sobre o Levante em Valência, se deu no primeiro turno de La Liga, edição 2007/2008.

Tal qual o treinador, o meia Saúl Ñíguez também desqualificou o desgaste físico, atribuindo a derrota ao aspecto mental do “relaxamento”, uma vez que o gol que abriu o placar foi obtido cedo demais.

O Atlético tem chances matemáticas de título caso o líder Barcelona (88 pontos) e o agora vice-líder Real Madrid (87 pontos), percam seus jogos na última rodada. Neste domingo, o Barça venceu o Espanyol por 5×0, ao passo que os merengues bateram o Valencia por 3×2.

Os colchoneros voltam a campo no próximo domingo, recebendo o Celta de Vigo no Vicente Calderón (Madrid/Espanha).

Imagem de Torres lamentando a derrota: Queimadelos Alonso – Getty Images