Champions League: semi-finais – ida.

Os jogos de ida das semi-finais da Champions League 2015/2016, acontecem nestas terça e quarta-feiras. Na terça o Manchester City receberá o Real Madrid, na Inglaterra e no dia seguinte, o FC Bayern visitará o Atlético de Madrid na Espanha.

Jogo de terça-feira.

O novo rico Manchester City enfrentará o dez vezes campeão da CL, Real Madrid no Etihad Stadium (Manchester/Inglaterra). Os citzens chegaram pela primeira vez à uma quarta de final e à uma semi-final nesta edição da CL. Seu comandante Manuel Pellegrini, porém notabilizou-se por realizar façanhas.

Na temporada 2005/2006, o espanhol Villarreal de Pellegrini chegou às semi-finais, sendo eliminado pelo finalista vencido Arsenal. Aquela equipe do submarino amarillo contava com jogadores como o brasileiro naturalizado espanhol Marcos Senna e os argentinos Sorín e Riquelme.

Já na temporada 2012/2013, Pellegrini à frente do também espanhol Málaga quase eliminou o Borussia Dortmund, na fase de quartas de final. Entre os principais atletas daquele Málaga tinha-se o meia espanhol Isco, atualmente no Real Madrid. Vale ressaltar que o treinador chileno, também comandou os merengues na temporada 2009/2010.

Voltando ao presente, o City segue tendo como dúvida seu capitão/zagueiro Vincent Kompany. No compromisso da Premier League do último fim de semana, Pellegrini escalou um time praticamente titular, na vitória sobre o Stoke City. Sem Kompany, o miolo de zaga tem sido formado pela dupla Mangala/Otamendi, nas últimas partidas.

Pelo lado do Real Madrid, o técnico Zinedine Zidane poupou alguns titulares na vitória contra o Rayo Vallecano (3×2), por La Liga no último sábado. O atacante Karim Benzema porém, saiu lesionado tornando-se dúvida para o confronto pela CL. Lucas Vasquez, substituto de Benzema, anotou um dos gols blancos 10 min depois de entrar em campo.

O Manchester City não tem tradição, mas em termos de elenco não é um “azarão”, diante do Real Madrid. A experiência do treinador Manuel Pellegrini pode ser um trunfo interessante, diante do técnico novato, Zidane.

Jogo de quarta-feira.

Na quarta-feira, o Atlético de Madrid tentará exorcizar todos os fantasmas de sua história no Vicente Calderón (Madrid/Espanha). A primeira final de CL que os colchoneros disputaram, foi na edição 1973/1974 do torneio ainda nomeado Copa dos Campeões. O “Atléti” foi derrotado pelo FC Bayern, seu adversário na atual semi-final.

O time do treinador Diego Simeone vivencia uma inesperada igualdade de pontos (82 pontos) junto ao líder de La Liga, Barcelona, sendo que os culés lideram no critério de desempate. O “Atléti” revela um conjunto técnico/mental sólido e que vem funcionando nos últimos compromissos.

Seu estilo defensivo é a anti-tese o Bayern vibrante e ofensivista de Pep Guardiola. Na próxima quarta Simeone não deverá ter o defensor Diego Godín, que segue se recuperando de lesão. Em contraparte os jovens zagueiros Lucas e Giménez tem sido enaltecidos pela imprensa espanhola. No setor ofensivo, o atacante e ídolo Fernando Torres, já cumpriu suspensão e pode voltar a ser relacionado.

Lider (81 pontos) e virtual campeão da Bundesliga alemã, o FC Bayern segue com algumas inconstâncias na parte física de seus atletas de defesa, algo que não vem sendo problema para Guardiola. No setor de ataque, aguarda-se a recuperação do holandês Arjen Robben.

À exceção de Robben, Guardiola deve ter todas as suas peças ofensivas à disposição para o confronto em Madrid. A tradição pesa a favor das cinco conquistas continentais do FC Bayern. O prognóstico da partida porém caracteriza muito equilíbrio e alguma imprevisibilidade.

Caso avance à final, o Atlético de Madrid terá se vingado da derrota na CL 73/74 e em caso de final contra o Real Madrid, terá uma revanche da final perdida na temporada 2013/2014.

No Brasil, Band e Esporte Interativo (via TNT) anunciam as transmissões das duas partidas das semi-finais da CL, na terça e quarta-feiras. Os dois jogos estão marcados para as 15:45 hr.