Champions League: oitavas de final (volta – semana I – encerrado)

Os quatro primeiros jogos de volta das oitavas de final da Champions League, já estão encerrados e já apontaram os quatro primeiros times classificados para as quartas de final. Na última terça-feira, Real Madrid e Wolfsburg obtiveram suas vagas. Nesta quarta-feira, Paris Saint-Germain e Benfica confirmaram prosseguimento no mata-mata.

Jogos de terça-feira.

Detendo uma boa vantagem ao vencer o belga Gent na Bélgica por 3×2, o alemão Vfb Wolfsburg realizou um jogo tranquilo na Volkswagen Arena (Wolfsburg/Alemanha). Postado de forma defensiva para aproveitar saídas em contra-ataques, os lobos alemães venceram pelo placar mínimo, com gol anotado pelo tetracampeão alemão Andre Schürrle.

Em Madrid (Espanha), o Real Madrid ostentava vantagem de dois gols anotados fora de casa, na partida de ida contra a italiana Roma. Os romanistas tentaram propôr algum volume ofensivo, pecando porém nas finalizações de seus atacantes El Shaarawy, Mohammed Salah e Edin Dzeko.

Por outro lado, os intentos giallorossi também pararam numa atuação fenomenal do goleiro Keylor Navas. Os blancos chegaram aos gols apenas na segunda etapa, com Cristiano Ronaldo e James Rodríguez, que por sua vez contou com jogada protagonizada pelo próprio CR7.

A vitória por 2×0 configurou um placar agregado de 4×0 para os blancos, que seguem em busca do décimo primeiro título de CL. Pelo lado da Roma, o ídolo Francesco Totti (39 anos) surgiu em campo aos 73 min, naquela que pode ter sido sua última aparição na Champions League.

Jogos de quarta-feira.

Em San Petesburgo (Rússia), o lusitano Benfica fez valer o peso de sua camisa bi-campeã da CL, ao vencer o Zenit por 2×1. O empate sem gols classificava os encarnados portugueses, devido a vitória por 1×0 em Lisboa (Portugal).

O Zenit encontrou problemas para ultrapassar o jogo defensivo lusitano. Hulk só abriu o placar para os russos aos 68 min. Porém, o argentino Nico Gaitán empatou aos 84 min e o brasileiro Anderson Talisca (ex-Bahia), deu a merecida vitória de virada aos portugueses.

Em Londres (Inglaterra) todos os holofotes estavam voltados ao Stamford Bridge onde o Chelsea poderia se classificar com uma vitória por 1×0. No Brasil havia grande expectativa pelo número de atletas brasileiros em campo por parte dos blues e do PSG, que vencera o jogo de ida por 2×1.

Porém a expectativa maior era por uma estreia de Alexandre Pato, que sequer aconteceu. Pato nem chegou a ser relacionado pelo treinador blue Guus Hiddink. Com um PSG mentalmente concentrado e postado num interessante 4-3-3, o Chelsea foi surpreendido.

Os parisienses abriram o placar aos 15 min com Rabiot, após grande jogada de Zlatan Ibrahimović. Onze minutos depois, o Chelsea reagiu com Diego Costa empatando. A partida seguiu equilibrada até o fim do primeiro tempo, sugerindo a impressão de um confronto ainda mais disputado na segunda etapa.

Os blues precisavam de mais um gol para levar a partida para prorrogação. Porém, pouco a pouco as esperanças londrinas foram esfriando. Aos 59 min, Diego Costa pediu substituição devido a lesão muscular. Aos 66 min, Ibrahimović faz 2×1 para o PSG, tornando o panorama bem mais dificil para o Chelsea.

Dez minutos depois, o belga Eden Hazard pede para sair pelo lado blue, também em virtude de lesão física. Não era o dia do Chelsea. Placar final Chelsea 1×2 PSG, parisienses classificados.

Classificados para as quartas de final da Champions League (semana I): Wolfsburg (Alemanha), Real Madrid (Espanha), Benfica (Portugal) e Paris Saint-Germain (França).

Os últimos quatro jogos de volta das oitavas de final acontecem na próxima semana. Na terça 15/03 se enfrentam Atlético de Madrid x PSV Eindhoven (ida 0x0) e Manchester City x Dynamo Kiev (ida 3×1). Na quarta 16/03 jogam FC Bayern x Juventus (ida 2×2) e Barcelona x Arsenal (ida 2×0).

Imagem de Cristiano Ronaldo comemorando seu gol contra a Roma: Luis Sevillano