Valencia: Gary Neville é o novo treinador.

Vivendo um período de instabilidade tanto dentro de campo, quanto nos bastidores, o clube espanhol Valencia anunciou na última quarta-feira que o ex-lateral inglês Gary Neville, será o novo treinador da equipe. Ex-atleta do Manchester United, Neville estreará na função substituindo o demitido Nuno Espírito Santo.

Neville é irmão de Phill Neville, também ex-jogador que foi recentemente incorporado ao staff do Valencia. Phill vinha mantendo o cargo de auxiliar técnico. Nuno Espírito Santo foi demitido após a décima-teceira rodada de La Liga ocorrida no último domingo. O Valencia acabou derrotado pelo Sevilla por 1×0.

A imprensa espanhola saudou a chegada de Gary Neville, um dos “Ferguson babes” (ou “Fergie Babes”) do Manchester United vitorioso no fim dos anos 1990, sob comando do treinador Sir Alex Ferguson. Gary atuou como atleta entre 1992 e 2011, tendo disputado 602 partidas pelo United, seu único clube. Enquanto lateral venceu 27 títulos, incluindo a Champions League 1998/1999.

Pela seleção inglesa Gary jogou 85 partidas contabilizando-se aí jogos válidos por dois Mundiais e três Eurocopas. Dentre os “Ferguson babes” incluíam-se nomes como Ryan Giggs, Paul Scholes e Nicky Butt e foram assim chamados por ostentarem baixa média de idade, quando Ferguson bancou suas titularidades.

A proximidade com Peter Lim.

Os citados jogadores mais Gary e seu irmão Phill adquiriram o Salford City, um time amador da cidade homônima de 200 mil habitantes, dentro do distrito de Manchester (Inglaterra). Gary jogou no Salford durante a infância e hoje detém 10% de sua propriedade, segundo informou o periódico espanhol El País.

A relação com o Valencia se dá com o fato de Peter Lim, atual mandatário do clube ter adquirido 50% do Salford City. O milionário oriundo de Singapura assumiu o Valencia em 2014 e desde então tem gerido seus rumos, junto ao seu sócio e empresário de atletas Jorge Mendes. O lusitano que agencia Cristiano Ronaldo (Real Madrid), havia imposto Nuno Espírito Santo, em manobra interna que ocasionou a recente saída do antigo presidente Amadeo Salvo.

Na última segunda-feira a imprensa espanhola ressaltou as palavras da atual presidente executiva Layhoon Chan, que afirmou que o novo treinador não teria vínculos com Mendes, e que a decisão acerca do mesmo seria de Peter Lim. Os jornalistas espanhóis ressaltaram a relação de “amizade” entre Lim e Gary Neville.

Gary Neville firmou vínculo até junho de 2016. O ex-lateral afirmou estar “emocionado e orgulhoso” pela oportunidade de treinar um clube tão tradicional. Gary nunca trabalhou na função de treinador, apesar de integrar a comissão técnica da seleção inglesa.

O ex-atleta do United não se desligará do English Team e vinha tendo destaque na imprensa britânica, como comentarista da Sky Sports inglesa. Seu irmão Phill seguirá na comissão técnica mas o ex-jogador e ídolo do Valencia Miguel Angulo, será o auxiliar-técnico de Gary.

O britânico foi apresentado oficialmente à torcida “che” nesta quinta-feira e fará sua estreia neste sábado, no compromisso em que o Valencia receberá o líder Barcelona no Mestalla, por La Liga. O clube “che” é o nono colocado (19 pontos), na tabela do campeonato espanhol.

Na próxima quarta-feira, o Valencia joga a classificação para o mata-mata da Champions League contra o Lyon, dependendo da combinação de resultados no grupo H, para avançar às oitavas de final.

Imagem de Gary Neville trabalhando pela seleção inglesa: Mike Hewitt