La Liga: fim do primeiro turno.

No último fim de semana, a décima nona rodada de La Liga espanhola decretou o fim do primeiro turno da temporada 2014/2015. Ainda líder com 45 pontos (e um jogo a menos), o Real Madrid ficou com o título simbólico de “campeão do inverno”. Atrás dos blancos seguem o Barcelona em segundo com 44 pontos e o Atlético de Madrid em terceiro com 41.

Pela décima nona rodada, os blancos visitaram o Getafe e bateram facilmente o adversário por 3×0, após exageradas críticas dirigidas aos merengues, devido a eliminação nas oitavas de final da Copa Del Rey. No meio da semana passada, o Real Madrid foi eliminado por seu rival local Atlético de Madrid, num empate em 2×2 e grande noite de Fernando Torres.

Contabilizar estatísticas e números individuais dos atletas do Real Madrid parece tolice, sobretudo se os dados individuais forem os de Cristiano Ronaldo, que anotou seus vigésimo sétimo e vigésimo oitavo gols contra o Getafe. CR7 tem 28 gols em 19 jogos por La Liga. Eliminados da Copa Del Rey, o Real Madrid se concentra na liga espanhola e na Champions League. Em sua primeira temporada em Chamartín, o técnico Carlo Ancelotti só não saiu vitorioso de La Liga, na última temporada.

Não que haja algum tipo de desprezo por competição A ou B, mas parece haver uma motivação a mais no que diz respeito aos ímpetos em relação a liga nacional. E o Real Madrid, parece sim favorito ao título.

Barça: 21 gols em quatro partidas.

Se somados os confrontos de La Liga e Copa Del Rey nas últimas duas semanas, o Barcelona acumula assombrosos 21 gols anotados em quatro partidas. O time impôs 5×0 no Elche pela Copa Del Rey a 07/01. Depois obteve vitória categórica por 3×1 sobre o Atlético de Madrid, por La Liga em derby realizado a 11/01. Na última quinta-feira impôs mais 9×0 eliminando o Elche da Copa Del Rey.

No último fim de semana o blaugrena foi ao Riazor visitar o Deportivo La Coruña e impôs 4×0 nos adversários. Na véspera desta sequencia, antes do 5×0 sobre o Elche, falava-se em suposta “crise” no Camp Nou, houve demissão do diretor desportivo Zubizarreta, “racha” entre Messi e Luís Enrique, etc. Babaquices a parte, o time respondeu em campo.

No último domingo contra o La Coruña, o Barcelona não tomou conhecimento do tradicional adversário obtendo o êxito por quatro gols, três marcados por Lionel Messi. A imprensa espanhola louvou o fato de Luís Enrique ter conseguido escalar a mesma formação, pela segunda partida seguida em 29 disputadas na temporada. A saber: Bravo, Daniel Alves, Piqué, Mascherano e Alba. Busquets, Rakitić e Iniesta. Suárez, Messi e Neymar.

Um tipo de crítica que se mostra superficial, pois nunca se tem os dados médicos exatos de cada um dos atletas que o treinador precisa escalar ou deixar de escalar. Outro detalhe que invalida as “pedras” atiradas à suposta teimosia de Enrique, é o fato do condicionamento físico de todo o elenco ter chegado ao nível satisfatório. Já estamos no meio da temporada. Há também a adaptação tática de Suarez e Rakitić, o segundo peça crucial no meio campo, sendo que ambos chegaram nesta temporada.

Por outro lado, qualquer formação é satisfatória, quando Lionel Messi está num bom dia, algo que aconteceu contra o Deportivo. O segundo turno da temporada 2014/2015 da liga espanhola, começa no próximo fim de semana.

Foto de Benzema, destaque do Real Madrid contra o Getafe: Sergio Barrenechea – EFE.