Chelsea 100%: todos os homens do treinador

Mourinho costuma montar suas equipes valendo-se de atletas de sua plena confiança. Em relação a atacantes, o “special one” gosta de atletas que se comportem como guerreiros, ou soldados leais. Em outras palavras, Mou prefere atletas que não questionem suas ordens, como vimos na partida contra o PSG, pelo jogo de volta das quartas de final da CL passada.

Precisando reverter um 3×1, Mou colocou em campo todos os atacantes relacionados, durante o segundo tempo e obteve uma vitória por 2×0. No segundo gol anotado por Demba Ba, as câmeras captaram o português correndo ao corner onde os atacantes e meias comemoravam, ordenando-os a compôr uma linha de 4 meio-campistas. A formação do Chelsea acabou o jogo com Torres, Eto’o e Demba Ba em campo, praticamente sem volantes.

Por outro lado, Mourinho dispensa jogadores mentalmente articulados que pensam por si e se expressam bem, como David Luiz, Lukaku, Kaká (nos tempos de Real Madrid) ou o diplomático Fernando Torres. Desde a sua volta a Stamford Bridge, Mourinho não sabia o que fazer com “el niño”, que custara um valor absurdo a Roman Abramovich em 2011.

Fernando Torres chegou a pouco ao Milan respondendo à imprensa de forma elegante, que não tinha problemas com o ex-técnico e que “aprendeu muito” com ele. A preocupação do “special one” é a de que jogadores inteligentes podem contestar suas ordens.

O grupo G da Champions League, o qual inclui o Chelsea não é um dos mais dificeis, tendo os blues, o Schalke 04 além de Sporting Lisboa e Maribor. Neste momento os quatro times estão empatados com 1 ponto e saldo zero de gols. Devido ao bom início na Premier League, não é estranho que Mourinho venha dispôr de time misto na primeira fase da CL. A auto-suficiência do “special one” irrita muitos mas por vezes é também sinônimo de qualidade pela cautela ou prudência.

Estender a vantagem sobre os outros competidores na Premier League é com certeza o objetivo momentâneo. Pela quinta rodada deste torneio inglês, o Chelsea enfrenta o atual campeão Manchester City, no próximo domingo.