Playoffs da Champions League 2014/2015: quem completará os grupos da primeira fase?

Na semana passada tivemos os jogos de ida dos playoffs da nova edição da Champions League. Teremos os últimos 10 times que integrarão a fase de grupos da nova edição do torneio. O curioso é que dentre os vinte times que jogam os playoffs, constam três times tradicionalíssimos e já vencedores do torneio.

O lusitano Porto é bi-campeão (1986/1987 e 2003/2004), o romeno Steaua Bucareste venceu em 85/86 e o escocês Celtic, primeiro campeão das ilhas britânicas, venceu em 66/67. Fora estes três há sete forças intermediárias onde Napoli (Itália), Athletic Bilbao (Espanha), Arsenal (Inglaterra), Bayer Leverkusen (Alemanha) são os mais tradicionais. Somam-se a Zenit (Russia), Besiktas (Turquia) e Lille (França), um degrau abaixo em termos de tradição no torneio, mas dotados de maior estrutura que os outros times restantes.

Os jogos ocorridos nas últimas terça e quarta-feiras mostraram empates e vitórias por placares magros, obtidos em partidas disputadas onde os times sofreram com a falta de condicionamento físico, devido ao início da temporada. E/ou com a falta de conjunto, em se tratando de equipes que fizeram novas aquisições importantes em seu elenco.

As partidas de maior destaque foram Besiktas 0x0 Arsenal, Napoli 1×1 Bilbao, Maribor 1×1 Celtic e Lille 0x1 Porto. O turco Besiktas apoiado pela torcida local mostrou um time interessante, com uma dupla de ataque incisiva formada por Sahan e Demba Ba, o segundo esnobado por José Mourinho no Chelsea. O Arsenal de Arsene Wenger mostrou uma auto suficiência irritante, numa partida nula de Wilshare e Ramsey.

A defesa gunner perdeu Vermaelen para o Barcelona mas ainda conta com Mertesacker que não atuou, tal qual os outros dois tetracampeões alemães no elenco, Podolski e Özil. Sem criatividade no meio, o recém chegado Alexis Sánchez sofreu com a marcação turca e Giroud isolado no ataque, não recebia bola alguma. Se o Besiktas fizer 1×0 o Arsenal pode sofrer para obter o resultado, mesmo jogando em Londres.

No San Paolo, o Napoli que no papel tem um time superior, viu o Bilbao sair na frente e só conseguiu empatar com Higuaín já no fim do segundo tempo. Vencer o Bilbao em seus domínios bascos é uma tarefa dura e o Napoli sofre com as condições físicas ainda não ideais, de atletas importantes, que disputaram o mata-mata do Mundial. Entre eles Inler e Dzemaili (Suíça), Mertens (Bélgica), Ghoulan (Argélia), Zuñiga (que deu a joelhada em Neymar, Colômbia) e o próprio Higuaín, vice-campeão com a Argentina.

Já o Porto obteve uma vitória na casa do Lille e deve ter uma vida mais tranquila em terreno lusitano. Situação similar ao do também tarimbado Celtic, que obteve um empate de 1×1 com o esloveno Maribor, na casa do adversário. Vencer o Celtic no Celtic Park também é uma missão ingrata, sendo que o empate sem gols classifica os escoceses.

Veja os confrontos de volta que acontecem nesta terça e quarta-feiras (26 e 27 de agosto).

APOEL (Chipre) x Aalborg (Dinamarca) (1×1 ida)
Celtic (Escócia) x Maribor (Eslovênia) (1×1 ida)
Slovan Bratislava (Eslováquia) x Bate Borisov (Bielorussia) (1×1 ida)
Zenit (Russia) x Standard Liége (Bélgica) (1×0 ida)
Porto (Portugal) x Lille (França) (1×0 ida)

Arsenal (Inglaterra) x Besiktas (Turquia) (0x0 ida)
Athletic Bilbao (Espanha) x Napoli (Itália) (1×1 ida)
Mälmo (Suécia) x Red Bull Salzburg (Austria) (1×2 ida)
Ludogorets (Bulgaria) x Steaua Bucareste (Romenia) (0x1 ida)
Bayer Leverkusen (Alemanha) x Copenhague (Dinamarca) (3×2 ida)